Milan: dia decisivo para o futuro financeiro do time

Nova data FIFA, mesma pasmaceira no futebol do velho continente. Começam as mesas hexagonais e octagonais falando sobre os playoffs da Copa do Mundo da Rússia, que a Itália vai jogar pois tem como técnico um tiozinho Ventura sem qualquer talento para uma tarefa dessas e, depois, vão se ocupar do resultado, seja ele bom ou desastroso. Convenhamos que a classificação ou não da Azzurra é um assunto relevante e tudo mais, contudo, eu quero é saber do meu time.


 - E tem notícias do Milan, Senhor Bottini??


Tem sim, senhor, e notícias importantes. Só que fora dos gramados.


O CEO - seja lá o que signifique isso - do Milan, o careca Marco Fassone se reúne hoje na Suíça com os representantes da UEFA para apresentar uma nova proposta de acordo voluntário entre as partes para que o rossonero possa se enquadrar no Fair Play Financeiro da entidade futebolística máxima europeia. Entre um chocolatinho e outro, os donos da bolinha do Diavolo precisam convencer em números do que colocarão as contas em ordem no prazo prometido a UEFA, sob risco de penalização.


Getty Images
Getty Images

O representante da UEFA, Jerry Maguire, só pediu uma única coisa ao Milan


As contas analisadas serão referentes ao último balanço financeiro, que também inclui aí o final do reinado de Berlusconi, e, para se ter uma ideia, a situação atual, de acordo com o site Eurosport, é de um prejuízo de 180 milhões de Euros, sem contar o aumento no gasto com salários após as 11 contratações na última janela de transferências.


Getty Images
Getty Images

- Devemos, não negamos, pagaremos tudo em Renminbi


Como falamos anteriormente, as ações a serem tomadas pelo Milan devem envolver o aumento de receita proveniente de vendas de produtos, principalmente no mercado chinês, da cotas recebidas pelas transmissões, uma maior arrecadação tanto nas bilheterias quanto no dia de jogo no San Siro e, claro, a indispensável classificação à Champions League da próxima temporada. Em caso de alguma dessas opções não forem alcançadas, o plano B é bem simples, objetivo e velho conhecido da época de Berlusconi/Galliani: ceder um jogador importante do elenco, principalmente Suso ou Donnarumma.


Claro, essas são as possibilidades em caso de aceite do "Voluntary Agreement" oferecido pelo Milan. Caso os engomadinhos da UEFA rejeitem esses planos, será adotado o que for indicado por eles - o chamado "Settlement Agreement" - e as penas em caso de descumprimento são mais duras e imediatas, passando de multas até limitações à futuras contratações e inscrições nas competições europeias.


Nem só de problemas com os resultados do time vive um clube e, mais do que nunca, vemos que o futuro próximo do capeta está sim nas mãos, cabeça e cabelinho perfeitamente repartido no meio de Vincenzo Montella.


Getty Images
Getty Images

Êita, lasqueira. Sem pre$$ão, Vincenzinho


 - Curtinhas - 


Nosso capitão Jack Bonaventura voltou a treinar normalmente com o grupo e deve estar em perfeitas condições físicas para a próxima rodada da Serie A.


Um dos meus autores favoritos de quadrinhos da Marvel, Brian Michael Bendis, criador de Jessica Jones e Miles Morales, está de mudança definitiva para a DC Comics. O que isso significa para o Milan? Nada. Para a DC? Um puta upgrade.