Montella erra, Bonucci falha e o Milan joga mal. Cadê a novidade?

Esta foi uma semana sem sorrisos para os milanistas. Não há exageros em dizer que os saudosos do AIN QUE SAUDADES DO MEU MILAN !!11!! venceram dessa vez e com gosto. Dois jogos, duas atuações ridículas e dois empates que, na verdade, mereceriam ser derrotas. Ou seja, seja lá quem estava com saudades do Milan de 2014-2015 teve seu desejo atendido, e para pior.


O empate de hoje contra o Genoa selou de vez a sequência de morte anunciada da confiança que ainda havia dos torcedores em relação a Montella e uma possível reviravolta na atual situação periclitante do Diavolo no campeonato italiano. Novamente Vincenzinho escalou o que de mais ofensivo tinha a sua disposição e vimos repetida aquela bagunça dos infernos que irrita até o mais otimista de todos. A cereja do bolo, lógico, foi a expulsão mais do que acertada do "capitão" Bonucci, após uma senhora cotovelada no adversário.



Como poucos são os pontos positivos, podemos começar por eles. Após o merecido cartão vermelho de Bonucci, Montella rearrumou o time com 2 zagueiros em campo ao promover a entrada de Romagnoli no lugar de Hakan, e surpreendentemente o time ficou um pouquinho mais arrumado, assim, Suso, Kessie e Borini puderam jogar com mais facilidade. E só. De resto, amigo, pode embrulhar todo mundo em um jornal sujo de peixe e colocar na lata do lixo. A impressão que tenho é que eles, jogadores e treinador, vão a Milanello para jogar Uno, dominó, Pula Pirata ou fazer qualquer outra atividade, lícita ou não, que não seja um treinamento sério e eficaz. A solução é sempre levar a bola para as pontas e cruzar para a área ou esperar que Suso/Bonaventura acertem o alvo.


Getty Images
Getty Images

Hakan deu a nota para decisão do árbitro


Até agora, 9 partidas, 4 vitórias, 4 derrotas e 1 empate. São 13 pontos conquistado em 27 disputados e uma mais do que merecida 11ª colocação na tabela. No total, 12 gols marcados e 13 sofridos. A defesa não funciona, o ataque não funciona, o meio de campo é uma bagunça e todo jogo é um Deus nos acuda com o cabelinho esperneando na beira do gramado. O tempo de ter paciência já está acabando e ou o Montella já perdeu o apoio dos jogadores e não consegue mais fazer o time funcionar como deseja ou ele simplesmente não tem a menor ideia do que está fazendo ali.


Nessa quarta o jogo será contra o Chievo Verona, que tem 15 pontos no campeonato ocupando a 7ª colocação. Pessoalmente acredito que se o rossonero não conseguir um resultado positivo de verdade - leia-se uma goleada - e uma atuação de gala no melhor estilo Milan de Sacchi, seu Vincenzinho corre o risco de curtir o Natal usando seu seguro-desemprego.


- Curtinhas - 


Já começam a aumentar os rumores de uma possível demissão de Montella e substituição dele por Paulo Sousa, ex-comandante de Fiorentina.


É tão difícil assim colocaro o Bonucci no banco por uma partida que seja? Precisava chegar a esse ponto dele ser expulso e colocar o time em desvantagem?


Fabio Borini, quem diria, é o melhor lateral direito que o time tem disponível no momento. Que fase.


Contestar a decisão acertadíssima do árbitro ao expulsar o "capitão" com o auxilio do VAR é sinal de desespero e falta de argumento para mais uma partida pífia.