‘Batendo em morto’, Vitória vence o Conquista e vai à final do Baiano

Pra mim, era claro: qualquer resultado que não fosse a chegada às finais seria um absurdo.


Já estou me contentando com o futebol medíocre praticado pelo Vitória este ano e que Argel tanto elogia. O cara é limitado. Não consegue extrair dos seus atletas mais do que isso. Fora a paixão descomunal que ele possui por Geferson e Paulinho. Duas lebaras que a direção trouxe. Ok, segue o jogo. Ganhar o Baiano e a Copa do Nordeste ainda seguem como obrigação.


E o Leão venceu fácil o fraco time do Conquista pelas semis do Baiano.


Sim, isso mesmo. Vou repetir: o fraco time do Conquista. Na semana passada ouvi muito que o time era “arrumado” e “bem encaixado”. Teve até torcedor querendo contratar meio elenco do Conquista.


Não. O time é fraco como 95% dos times do Baianão. A diferença do jogo de ida é que o Vitória complicou a partida. Não jogou nada e contou com muita sorte para não sair derrotado.


No Santuário foi diferente. Apesar do futebol moroso, o Leão ‘deu as cartas’ e venceu com certa facilidade. O 5x0 com gols de David, Cleiton Xavier, Paulinho, Uiliam Correia e Geferson levaram o Vitória para as finais contra o Rival.


Edson Ruiz/Coofiav/Gazeta Press
Edson Ruiz/Coofiav/Gazeta Press

Euller não pode ser reserva de Geferson


Agora é se preparar para a sequência insana que estar por vir. Os quatros jogos seguintes do Vitória serão BAVIs e eles irão acontecer nos próximos 15 dias. Coisas de um calendário absurdo que contam com o amém de vários clubes, incluindo o Vitória que apoia toda essa papagaiada feita pela CBF.


Os dois próximos BAVIs serão pela Copa do Nordeste. O primeiro no Barradão e a segunda na Arena 51. Logo na semana seguinte, mais dois BAVIs agora pelo baianão com a decisão no Santuário.


Vencer o rival é obrigação para qualquer time. Valendo vaga na final do regional e titulo estadual mais ainda. Esta será uma sequencial crucial para testar o elenco para resto da temporada.


Sabemos que será preciso melhorar muito para a disputa do Brasileiro. Mas até lá vou me contentar em ser campeão baiano e do nordeste, jogando feio ou não. 


SRN!


Me siga no twitter