Quem é Ivã de Almeida, o novo presidente do Vitória

Como já era esperado, os conselheiros empossados na última quinta-feira elegeram Ivã de Almeida por aclamação(!!!) como novo presidente do Esporte Clube Vitória pelos próximos três anos. Ivã já havia tentado concorrer ao cargo em 2010, quando desistiu, e 2015 quando perdeu para o ex-presidente Raimundo Vianna.


O novo presidente traz consigo Agenor Gordilho como vice-presidente, o radialista Sinval Vieira como responsável pelo futebol profissional e de formação, Augusto Vasconcelos como diretor jurídico e Armando Libório como diretor de marketing. O presidente do conselho de ética será Felipe Ventin, companheiro de lutas democráticas desde o Movimento Somos Mais Vitória quando fazia parte do jurídico do grupo. Penso que neste quesito, o Leão estará em boas mãos. 


Divulgação/Vitória do Torcedor
Divulgação/Vitória do Torcedor

Ivã de Almeida é eleito o novo presidente do clube.


Ivã de Almeida, 61 anos, é advogado, professor e engenheiro civil. Presidente da Fundação Baiana de Engenharia, Ivã atua nos bastidores do clube desde 2006 quando dirigiu as divisões de base do clube, mas apareceu realmente para a mídia na disputa com Alexi Portela para as eleições em 2010. Após longa conversa com Alexi no dia da eleição, acabou desistindo da candidatura e permanecendo como conselheiro. Ninguém sabe o teor da conversa até hoje. Em 2015, Ivã se candidatou ao cargo e foi derrotado por Raimundo Vianna.


Agora eleito, o novo presidente e sua equipe deverão agir rápido no planejamento do clube para 2017. Até agora não há definição sobre a permanência de Argel. Eu não o manteria no cargo apesar de ter cumprido o objetivo de evitar o rebaixamento. Marinho segue com contrato até 2018 apesar do assédio de diversos clubes. É outro que também não venderia. Setores importantes como a defesa central e laterais devem receber atenção especial.


Ivã terá que provar “em campo” a competência que não demonstrou nos debates. Sua falta de conhecimento em uma discussão se mostrou preocupante perante a torcida.


Apesar da desconfiança de alguns, o momento agora é de apoio ao clube, ser Vitória acima de tudo e dar (la ele) tempo para a direção trabalhar. Vamos cobrar, sim! Mas tudo tem seu tempo.


SRN!