Talento e responsabilidade: como titular, garotada do Vasco deve mostrar a que veio

www.vasco.com.br
www.vasco.com.br

Pela primeira vez jogando juntos como titulares, Paulinho, Mateus, Guilherme e Paulo Vitor precisam mostrar maturidade contra o Furacão


Com os veteranos Luis Fabiano e Vagner contundidos e Nenê praticamente fora do clube, o Vasco deve ter pela primeira vez toda sua garotada como titular no jogo contra o Atlético-PR. Uma pena que o confronto seja em Volta Redonda, e não em São Januário, onde Paulinho, Guilherme Gosta, Mateus Viltal e Paulo Vitor moldaram seu talento. Com essa formação, certamente a Colinha teria um público excelente.


A se confirmar essa escalação, as únicas alterações com relação ao time que iniciou o jogo contra o Galo na última rodada serão as entradas de Jomar (ainda que esteja longe de contar com a mesma moral junto à torcida, vale lembrar que é tão prata da casa quanto os garotos do ataque) no lugar do contundido Paulão e a do Guilherme Costa no lugar do Escudero. Parece pouco, mas não é, principalmente pela mudança no meio de campo. A titularidade para o Guilherme é praticamente fazer com que o Vasco entre com 11 jogadores em campo, o que não parecia acontecer com a presença do argentino barbudo no time.


Mas a empolgação da torcida não deve servir como exemplo para os garotos quando a bola rolar. Mesmo tendo pela frente um adversário que está no Z4 e que não vence há seis partidas, é preciso ter atenção com o Furacão. Nesse meio tempo, o rubro-negro curitibano deu trabalho para seus anfitriões, incluindo aí o líder Corinthians. Se o Vasco fica mais forte ofensivamente por conta do ímpeto ofensivo dos garotos, eles precisam ter a aplicação tática e a atenção para que a equipe não fique fragilizada defensivamente.


Depois do 2 a 1 sobre o Atlético-MG (e lembrando que só conseguimos vencer duas vezes seguidas nesse Brasileiro apenas uma vez, e em maio), uma vitória sobre o Furacão nos deixará às portas do G4 e cada vez mais longe do pelotão debaixo da tabela. Milton Mendes teve uma semana para focar na preparação do time, e isso deve ter incluído um bom tempo de conversa com os garotos. E não apenas para instruções táticas, mas também para que eles compreendam a responsabilidade que seus jovens ombros carregarão. Não apenas por defender as cores de um dos maiores clubes do país, mas também por mostrarem que já estão preparados para serem titulares do Vasco.



VASCO X ATLÉTICO-PR


Local: Raulino de Oilveira


Horário: 20h (de Brasília)


Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE/CBF)


Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE/CBF) e Fabio Pereira (TO/CBF)


VASCO: Martín; Gilberto, R.Marques, Jomar e Ramon; Jean, B. Paulista, Guilherme Costa (Escudero), Mateus e Paulinho; Thalles. Técnico: Milton Mendes


ATLÉTICO-PR: Weverton; Cascardo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Pavez (Rossetto), Eduardo Henrique e Lucho; Lucas Fernandes (Coutinho), Nikão e Ribamar. Técnico: Fabiano Soares.