Golaço de Ganso salva atuação tenebrosa do Sevilla

Sevilla FC, site oficial
Sevilla FC, site oficial

Talento sutil do brasileiro resolveu jogo fraco


Estas são as coisas de Paulo Henrique Ganso. Titular, em virtude da ausência de Banega, suspenso por sua expulsão na estreia do Sevilla pela Liga, o meia brasileiro passou 80 minutos sendo criticado pelas sevillistas nas mais diversas redes sociais. 


Entretanto, em um lance, seu talento serviu para definir uma partida medíocre. Foi dele o gol da vitória de um Sevilla desordenado e tímido. Com um belo toque de categoria, Ganso transformou críticas em elogios. Resolveu.


O Sevilla de Berizzo ainda não tem uma cara muito definida. Hoje, com um meio-campo formado por Khron-Dehli, Pizarro e Ganso, parecia um time ausente, sem força, sem iniciativa. Não foi superior em praticamente nenhum momento contra o recém-ascendido Getafe. O subestimado Sergio Rico salvou o resultado em vários momentos.



Tudo caminhava para um empate preocupante. Seria o terceiro seguido, oferecendo uma imagem muito ruim para a torcida. Entretanto, um cruzamento do criticado Mercado morreu no fundo do go após um lance genial do sempre questionado brasileiro.


Menos mal que existe a parada da data FIFA. A estreia na Champions será contra o Liverpool. Fora de casa. Jogando como hoje, o Sevilla colecionaria gols sofridos. Muito por melhorar.


Enquanto o time não joga bola, o talento de Ganso para aproveitar um cruzamento aleatório serve para garantir 3 pontos na tabela. É o que temos para hoje.