Sevilla 2 x 1 Roma - homenagens a Puerta e impressões para a temporada

Getty Images
Getty Images

De Rossi, Pareja e Aitor Puerta... para se emocionar


O Sevilla enfrentou a Roma, pela 9ª edição do Trofeo Antonio Puerta, nesta quinta, no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán. Além das emocionantes homenagens ao emblemático lateral e meia canterano, o jogo foi bastante interessante (para quem acompanhou, na época, o que aconteceu, é impossível não se emocionar ao ver as homenagens), apresentando a equipe comandada pelo argentino Eduardo Berizzo ao seu torcedor.


Antes de tudo, uma observação inusitada. Uma boa forma de demonstrar que o Sevilla cresceu como instituição está no fato de que o Sevilla não apenas selecionou a Roma para o torneio, mas venceu e venceu jogando mal. Claro que se trata de um jogo amistoso, mas o fato de atuar relativamente mal e vencer a Roma mostra que este Sevilla está se planejando para cotas cada vez mais altas.


Sobre o jogo... Este Sevilla comandado por Berizo parece estar disposto a atuar em um esquema muito pouco comum no clube, o 4-3-3. Pode-se dizer que, desde a temporada 2005-06, o time atua em variantes de um esquema 4-4-2 (4-2-3-1, mais recentemente).


Desta vez, parece um 4-3-3 bem evidente, com boa parte do jogo fluindo pelo centro, algo pouco comum para o Sevilla, uma equipe conhecida no futebol europeu em virtude de seu jogo peculiar, pelas bandas.


Por outro lado, talvez ainda seja cedo para afirmar que as bandas perderam protagonismo, visto que, no segundo tempo, Navas e Nolito entraram e foram importantes. Navas segue um raio. Esse vai ser um Zé Roberto da vida, jogando até os 40 anos com uma vitalidade brutal.


Sevilla FC, site oficial
Sevilla FC, site oficial

Belo gol de Nolito


Nolito, igualmente, tende a crescer muito no Sevilla. Andaluz, sente-se em casa, feliz da vida, por voltar ao clima quente e a sua terra. Com um gol e um passe para o gol de Escudero, no jogo de hoje, parece disposto a fazer muito pelo clube. Trata-se de um jogador muito diferente do que o Sevilla costuma ter para a meia esquerda, pois, sem ser exatamente veloz, tem muito gol e boa habilidade. 


No centro do ataque, existe uma certa ansiedade, pois Muriel pouco apresentou na pre-temporada. Ainda cedo, mas ja tem torcedor preocupado. Bacca segue louco para voltar, importante aguardar movimentos neste setor, nos dias anteriores ao fim do mercado.


Agora, acabaram-se os testes. Para o jogo contra os turcos, hora de escalar o melhor. Complicado saber qual time Berizzo considera titular. Mas, como disse Banega no fim do jogo, o Sevilla parece pronto.