Torcida empurra e Sevilla atropela Depor na despedida de Monchi

Getty Images
Getty Images

Monchi se despede em meio a algumas de suas Copas


Dias atrás foi postado aqui no blog que o retorno da torcida Biris Norte faria muita diferença e que o Sevilla entraria em campo vencendo por 1 a 0. Foi quase isso. Com 1 minuto de jogo, o time andaluz já derrotava o Deportivo. Gol de Jovetic. Faz muita diferença contar com uma força dessas.


A força do Sevilla em casa, ao longo de sua história, sempre esteve condicionada aos Biris. A ausência durante 6 jogos foi muito sentida. Coincidiu com a má fase da equipe. Alguns torcedores chegavam a dizer que não renovariam o abono para a próxima temporada, caso os Biris não voltassem.


Finalmente, puderam voltar. E fizeram toda a diferença, mais uma vez. Nervión voltou a ser um caldeirão, voltou a rugir e empurrou o Sevilla rumo a uma vitória importante. Seja pelo fator anímico, seja pela pontuação. 


Getty Images
Getty Images

Monchi beija gramado do Pizjuán. Lendário diretor esportivo deixa o clube


O jogo ficou marcado pela despedida de Monchi. Foi bonito ver a festa realizada, mostrando gratidão a quem fez muito pelo clube. Monchi se emocionou, como de costume. Não deve ser um adeus, e sim um até logo.


Este Sevilla é capaz de terminar a temporada até em terceiro. A mini guerra civil, por assim dizer, entre dirigentes e torcedores parece encontrar uma trégua. Consequentemente, os resultados esportivos também devem voltar aos trilhos. Os Biris não podem ser desprezados.


Getty Images
Getty Images

Torcedor do Sevilla voltou a poder se empolgar


O time voltou a jogar com ânimo e disposição. Era evidente a diferença. Independentemente dos problemas que existem em campo, com os Biris fica tudo mais fácil. Na verdade, 4 a 2 foi um placar magro pelo o que o Sevilla fez em campo. Bastava um apoio externo, para que esse time voltasse a render.


Restam alguns jogos ainda, mas já fica claro que essa temporada tem tudo para ficar marcada como a que tinha tudo para ser mais do que foi. Uma pena. Que fiquem as lições.