Torcida do Sevilla se revolta com Nasri e pede Ganso

Getty Images
Getty Images

Patética imagem


A absurda cabeçada de Samir Nasri em Jamie Vardy na eliminação de ontem do Sevilla pela Champions, contra o Leicester, gerou uma onda de reprovação sobre o meia francês. A atitude foi extremamente contestada pelo sevillismo - nada mais natural, levando-se em conta a importância do jogo, o momento... enfim. Basta ver a jogada para saber que foi algo irresponsável e sem justificativa.


O fato de Nasri ter se borrado neste momento tão decisivo da temporada é inadmissível para o torcedor. Muitos não querem nem que o jogador francês volte a vestir a camisa do Sevilla. Nasri está sob empréstimo no clube até o fim da temporada. Depois de ontem, a chance de o jogador continuar no Sevilla em 17-18 ronda 0%.


Consequentemente, o torcedor do Sevilla espera mais chances para Paulo Henrique Ganso. É uma ideia lógica, visto que Ganso pertence ao clube, diferentemente de Nasri, que é jogador do Manchester City. Aliás, tanto Nasri quanto Franco Vazquez deixaram a desejar recentemente. 


Sobre Ganso, não há nem como avaliar sua participação pelo Sevilla, visto que ele não atua. Sampaoli, desprestigiado e eliminado na Copa do Rei (competição que o Sevilla venceu em 2010 e é atual vice-campeão) e na Champions (na decepcionante e previsível eliminação de ontem), deveria dar mais chances ao atleta, pelo investimento feito pelo clube e pela fragilidade dos atuais titulares das posições.


Qualquer outra decisão não será compreendida pelo torcedor.