Por que o Sevilla será eliminado pelo Leicester

Getty Images
Getty Images

Já era (?)


O Sevilla será eliminado da Champions League pelo Leicester City e os motivos estão relacionados abaixo:


1 - Time está em evidente queda física


Não se sabe ainda se é aquele momento de queda física para chegar ao fim da temporada forte ou se realmente o planejamento foi mal feito. Fato é que o Sevilla está muito mal fisicamente há alguns jogos, fundido


Sampaoli também não aproveita muito o elenco. Jogadores como Paulo Henrique Ganso e Luciano Vietto estão totalmente defenestrados (embora o argentino tenha dado muito mais motivos vísiveis que o brasileiro).


Treinador também não usa a base, algo que causa um certo estranhamento, visto que o Sevilla Atlético faz ótima campanha na segunda divisão espanhola.


Getty Images
Getty Images

Jamie Vardy's having a party


2 - Placar do jogo de ida foi 'desfavorável' e causou um abalo anímico no confronto


Ir para a Inglaterra com 2-0 seria bom, mas o time estava jogando para obter e fazer por merecer um placar ainda melhor, com direito a pênalti perdido. Isso causou um cenário estranho: o Sevilla vencia por 2 a 0, jogava melhor e já tinha um ótimo placar, mas se sentia "culpado" e com a inocente "obrigação" de fazer mais gols.


Resultado: o traiçoeiro (palavra mais vezes usada para definir o Leicester desde que o sorteio surgiu) Leicester achou um gol, do nada e complicou muito a eliminatória. "Jamie Vardy's having a party".


No fim do jogo parecia que o Sevilla tinha perdido. Animicamente, o cenário para o jogo de volta preocupa. Parece que o Sevilla perdeu uma oportunidade importante e isso, na Champions, custa muito caro. Muita vezes, a eliminação.


3 - Demissão de Ranieri não foi esdrúxula


Diferentemente do que este blog imaginou, o senhor Claudio Ranieri, ao ser demitido, fez com que o time do Leicester crescesse de rendimento. Um cenário estranho e triste, de certa forma. Mas real.


O treinador italiano parece que foi sabotado pelos jogadores. Le hicieron la cama, diriam no Sevillagrande.


O time está correndo como nunca, conseguiu grandes vitórias e agora se mostra um adversário muito mais perigoso. Parece o Leicester campeão, principalmente no King Power Stadium.


Getty Images
Getty Images

Coke 'Lahm' faz muita falta


4 - Jogadores estão em mau momento técnico


O técnico da seleção brasileira Tite foi observar o lateral Mariano. Não convocou. Injusto? Não. Mariano teve atuação ruim contra o Leicester. O lateral brasileiro parece exausto e não rende mais como antes. 


Coke faz falta, até os haters do lateral madrileño admitem.


Franco Vazquez também é outro que está em um momento horroroso. Não consegue mais ter visão de jogo, se limita a sua jogada tradicional: recebe de costas, a marcação encosta, cai no chão e pede a falta. Sacado do time titular, nem dá sinais de possível retorno.


Alguns também apontam Nasri como um jogador em queda de rendimento. Nesse caso, não parece ser justo. Aliás, sem Nasri, o Sevilla teve a pior atuação em muito tempo, contra o Alavés.


5 - Enorme problema para marcar e defender pênaltis


Sampaoli chegou ao clube falando em amateurismo, mas não se esperava que isso fosse ser levado em conta até na cobrança de pênaltis. Parece time amador. Os jogadores decidem na hora quem vai bater. Nasri perdeu, Jovetic perdeu, Correa perdeu... Tá difícil encontrar um cobrador confiável, algo que era mérito do time da temporada passada.


Além disso, Sergio Rico é um tenebroso goleiro para as cobranças. O canterano jamais conseguiu defender um pênalti em sua carreira profissional, a ponto de Emery optar por David Soria, seu reserva, na Europa League passada.