Seguro, Renan Ribeiro conquista a torcida e se consolida como titular no São Paulo

O São Paulo começou a temporada como uma grande dúvida sobre quem seria o goleiro titular do time, tanto que Sidão e Denis se alternaram na pré-temporada, nos amistosos feitos nos Estados Unidos. Quando o Paulistão começou, no entanto, Sidão assumiu a vaga de titular e parecia, depois de ser contratado junto ao Botafogo, destinado a ser nosso camisa 1 que finalmente transmitiria segurança.

Os jogos passaram, as falhas foram surgindo e Sidão acabou perdendo o rótulo de intocável. Logo, uma lombalgia o tirou de diversas partidas na temporada, fazendo com o que maior pesadelo do São Paulo assumisse a titularidade do gol: Denis. Sim, o mesmo que já tinha feito desastrosas apresentações em 2015 e 2016, irritando muito a torcida tricolor.

E Denis, claro, não desapontou. Com falhas atrás de falhas, principalmente aquele combo patético no jogo contra o Palmeiras, o camisa 1 foi perdendo a pouca credibilidade que tinha e começou a amargar o banco de reservas. Sobrou então para Renan Ribeiro, que começou a temporada como terceiro goleiro, ser o responsável por trazer mais segurança à meta são-paulina.


Gazeta Press
Gazeta Press

Treino é treino, jogo é jogo, mas Renan tem mostrado qualidade nos dois lados


Vamos admitir que Renan talvez não seja o melhor goleiro do mundo, falha em alguns momentos, mas sabe corresponder quando é exigido. Vi muita gente reclamando dele nos gols sofridos contra o Corinthians, na semifinal do Paulista, mas o inocentei. Ainda mais porque ele vem nos ajudando muito com boas defesas. No último jogo, contra o Vitória, uma sequência de defesas dele evitou que o time visitante empatasse o placar, complicando ainda mais a situação do São Paulo.

Não foi a primeira vez que ele fez isso. Boas defesas do camisa 30 têm sido constantes e a torcida parece notar o esforço dele, retribuindo com cantos de apoio. Para um goleiro melhorar cada vez, uma sequência de jogos é fundamental. Rogério, como ex-arqueiro, sabe muito bem disso e tem deixado Renan na meta tricolor mesmo após a recuperação de Sidão e colocando Denis longe da titularidade de uma vez por todas.

É claro que Renan não é imbatível. Ele vai sofrer gols ocasionalmente e talvez até falhar. Pode acontecer desde que não seja algo frequente. A questão é que, depois de um longo período, a torcida do São Paulo pode voltar a confiar em um goleiro.