Se voltar ao São Paulo, Muricy encontrará terra arrasada

Diogo Salles
Diogo Salles


O que é o SPFC hoje? Um cenário de Mad Max? Um filme sci-fi pós-apocalíptico? O elo perdido?


É um mix de tudo isso o que Muricy vai encontrar quando aceitar o convite da diretoria (“convite” aqui deve ser lido como uma imposição da torcida). Por que estou dizendo que ele vai aceitar? Simples: porque ele não tem como não aceitar.


Mas os problemas que Muricy vai encontrar não se limitam à péssima fase e a problemas de relacionamento dentro do time. Ele próprio tem arestas a aparar com o atual presidente que, comenta-se, foi o principal articulador de sua demissão após derrota para o Cruzeiro na Libertadores de 2009.


Para quem acredita em coincidências (ou maldições), foi a partir dessa demissão que o São Paulo começou a decair para nunca mais encontrar o caminho dos títulos.


Mas isso pouco importa agora. Muricy vai ajudar a dar uma arrumada na bagunça deixada pela diretoria e ainda pode corrigir as bobagens do Dorival, que tá mais perdido que cachorro em dia de mudança. Precisamos de comando, precisamos de seriedade. Precisamos de trabalho, meu filho!


Já temos Hernanes e a Torcida Tricolor formando barricadas contra a Série B. Muricy será mais um a cerrar as fileiras e nos ajudar nesse momento difícil. Foi assim em 2013, será assim agora. Não passarão!


Volte logo, Muricy! Estamos precisando.


Mais charges e quadrinhos no #SPFCharges