Graças a Sidão, São Paulo enfim soma pontos onde nunca poderia perder

Rubens Chiri / São Paulo FC
Rubens Chiri / São Paulo FC

Nunca critiquei


2 a 2 com a Ponte Preta. 2 a 1 pro Coritiba. 2 a 2 com o Atlético Goianiense. 1 a 1 com o Fluminense. 2 a 1 para o Atlético Mineiro. Sem entrar no mérito dos adversários, mas todos esses foram jogos que o São Paulo, nessa situação, não podia se dar ao luxo de perder pontos jogando no Morumbi. E, dos 15 possíveis, anotou apenas 3.


Neste domingo, o Tricolor recebeu o Sport e fez exatamente o que precisava: ganhou de um adversário direto -- e sem jogar absolutamente nada. Provavelmente nosso pior jogo nas últimas partidas, mas aí é que está. O time precisa dar um jeito de vencer partidas assim.


Contra um Sport cheio de figurinhas carimbadas nesses nossos últimos anos, o São Paulo não poderia nem pensar em perder, e fez o suficiente para para conseguir os três pontos. Mal criou oportunidades, fez o gol da vitória em um lance com muita, mas muita dose de sorte, e no final quase pôs tudo a perder se não fosse a estrela de Sidão. E daí?


O famoso 'joga feio mas ganha' foi totalmente recompensado nesta tarde. Por mais que seja só um ponto de diferença, saimos nessa rodada da incômoda zona de rebaixamento. E eu não quero ver ninguém olhando pra cima. Nossa briga é pra não cair, e vai continuar sendo assim até o fim do campeonato. Pra evitar qualquer problema, é só passar a não perder pontos em jogos assim.



Sidão: 10
NUNCA CRITIQUEI ESSE MONSTRO SAGRADO! Falhou várias vezes com o pé mas foda-se, pode botar os 3 pontos na conta de Sidney Aparecido Ramos da Silva, que, pelo menos hoje, 1º de outubro de 2017, é o melhor goleiro do Brasil e do mundo.


Militão: 9
Pode somar todas as atuações de todos os laterais direitos do São Paulo desde a primeira saída do Cicinho que não dá o que o Militão jogou hoje. Que moleque monstro, meu.


Rodrigo Caio: 6
Nada demais, mas poucos erros. Tá bom.


Arboleda: 6
Um pouco melhor que o Rodrigo, rebateu bem todas as bolas. Grosso, mas vem ajudando bastante.


Edimar: 5
Participou do lance do gol, mas vou falar bem baixinho aqui, hein: prefiro o Reinaldo.


Petros: 7
Bem de novo. Desarmando bem, passando bem, distribuindo bem, indo ao ataque e fechando espaços. Achado.


Hernanes: 6
Estamos acostumados com aquela monstruosidade, mas hoje foi na média. Roubou a bola no lance do gol e não foi brilhante, mas foi bem também.


Cueva: 6
Caiu muito no segundo tempo, perdendo muitas bolas, mas foi bem na primeira etapa distribuindo o jogo. Torcer pro Peru classificar pra Copa e ele voltar empolgadão.


Lucas Fernandes: 6
Muito bem no primeiro tempo, chegando ao ataque e sendo o melhor jogador do time. Caiu de rendimento depois.


Marcos Guilherme: 7
Não que seja craque, mas tem muita estrela. Num time arrumadinho, é um bom reserva pra ajudar bastante.


Pratto: 6
Ao mesmo tempo que eu tenho raiva por umas bolas tipo aquela do primeiro tempo, eu tenho dó porque ele se esforça muito. A fase não ajuda, mas é inegável que ele tá visivelmente incomodado demais com a situação.


Dorival: 6
Pelo amor de Deus vamo mudar essa situação Dorival.


Gómez: 6
Entrou melhor do que o costume.


Shaylon: s/n
Poucos lembravam que ainda existia, e quase fez o segundo gol. Merece mais chances.


Notas:
- Ainda abismado com as defesas do Sidão.
- Wesley, Mena, Rogério e Osvaldo: por pouco não chorei durante a partida.
- Mais um show da torcida, como virou costume. Quem está salvando do rebaixamento somos nós.
- Faltou vermelho nesse uniforme hein, pelo amor de Deus.
- Todo respeito ao Atlético-MG, mas é tentar entrar pra matar lá na próxima rodada.
- Rogério Ceni que me livre passar por isso de novo, mas brigar pra não cair é muita adrenalina. Credo.
- Vamo, São Paulo!


Rubens Chiri / São Paulo FC
Rubens Chiri / São Paulo FC

Tem estrela o tal do Marcos Guilherme