As falhas individuais são só o retrato de um patético São Paulo

Rubens Chiri / São Paulo FC
Rubens Chiri / São Paulo FC

Nosso futebol é tão feio quanto essa foto


Pra começar: a culpa é de Lucão, de Maicon, de Douglas, do elenco em geral, do departamento médico, da comissão técnica, de Rogério, de Leco e de todo mundo. Ok?


Ok, vamos lá. Somos uma piada, em diversos sentidos. No último jogo eu tinha dito que não jogamos bem, mas que acertando alguns detalhes a gente podia brigar pra não passar tanto sufoco. Mantenho a opinião, mas na verdade precisa acertar muita coisa. Principalmente nos jogos grandes.


Desde a escalação, já dava pra saber que era fisicamente impossível isso dar certo. Esses três zagueiros claramente não marcariam ninguém, e o São Paulo é o único time do mundo que faz uma linha de cinco atrás pra evitar infiltração e o que mais consegue fazer é tomar bolas assim. Sério, é desesperador. Isso pra não falar de um meio-campo tão pesado quanto, que, se Jucilei é um monstro e tem que correr por oito, Cícero não tem a menor condição de entrar em campo.


O São Paulo já não tem um elenco grande e forte, e aí o time não consegue manter um padrão tático e usa sistemas que sobrecarregam jogadores ruins. Quando você acerta a marcação e a saída de bola, o que aconteceu após o segundo gol, ainda falta a transição. Sempre falta alguma coisa. Nunca, nos últimos quase dez anos, estava tudo bem.


Todos os dias, ajudam a diminuir o São Paulo. A falta de jogadores voluntariosos e com qualidade em campo com certeza faz a diferença (God Save Pratto e Jucilei), mas é uma série de fatores que nos impedem de sonhar com coisas boas. Não se enganem pelo placar. O 3 a 2 foi muito melhor do que poderia ter sido.



Renan Ribeiro: 6
Absolutamente sem culpa. Dá até dó de vê-lo com essa defesa.


Lucão: 1
Lucão, vai pro inferno. Pega tudo que eu já te disse nos últimos três anos e eleva ao cubo. Caralho.


Maicon: 1
Maicon, toma vergonha na sua cara e para de achar que é o Maldini. Quando joga sério é ok, quando tenta inventar é uma desgraça completa. Assuma uma vez na vida que falhou e pelo amor de deus aceite que não é tudo isso. Puta que pariu.


Douglas: 1
Douglas, você é ruim, mas pelo menos sabe que é ruim. Não que isso te ajude em qualquer coisa, porque você é bem ruim mesmo, mas tenho menos ódio de você. Não, isso não quer dizer que você pode continuar no time. Porra.


Marcinho: 6
Mal no primeiro tempo, principalmente porque podia ter ajudado na marcação do Romero no gol dos caras, mas cresceu bastante quando o Bruno (eca) entrou na lateral. É voluntarioso e sabe que é a chance da vida.


Militão: 5
Não que queira dizer muito hoje, mas nosso melhor zagueiro estava no meio-campo.


Jucilei: 6
A prova de balas. Sempre bem.


Cícero: 3
Tá pra nascer jogador mais omisso do que o Cícero. Parece que tá em campo entrando em um amistoso de fim de ano, aquelas peladas beneficentes, sabe? Eu já odivava sua (falta de) força de vontade em 2012, imagina agora. Não tem a menor dinâmica pra jogar nesse time.


Junior Tavares: 6
Não dá pra criticar. Foi bem.


Gilberto: 7
Nas poucas bolas que chegou, levou perigo.


Pratto: 6
Um coitado. Sem ninguém pra fazer a bola chegar, fica zanzando ali flutuando perto da área, batendo cabeça. Dá dó um atacantezaço desses assim.


Rogério Ceni: s/n
A gente nunca vai saber se sua ideia de jogo daria certo, porque esses putos fizeram questão de falhar tanto que não deu nem pra ver o que seria, mas tem muita culpa. Três zagueiros pesados (se somados não dão meio), dois volantes sem chegada, Cícero de único meia. Não dá, não dá, não dá. Entendo a falta de opções, o elenco enxuto e fraco, mas certas coisas não há condição de defender. Aviso: isso não é pedir sua saída.


Bruno: 5
Ajudou a melhorar por causa do esquema, mas também é fraco.


Wellington Nem: 6
Seis pelo gol. E só.


Thomaz: s/n
Deu tempo só de entrar pra história da palhaçada mesmo.


Notas:
- Lado bom é a reação após o primeiro gol. Precisa ser assim sempre.
- Lado ruim é o resto. Não dá mais pra aguentar falha individual idiota assim.
- Eu não defendi a vinda do Lugano pra jogar, porque acreditei que sua volta era muito mais pelo espírito do que pela bola, mas não faz sentido esses três de hoje estarem jogando e ele não. No mínimo vai ser igual, mas vai ter alguém que a gente sabe que ao menos vai ficar puto se perder.
- Mesmo assim, reforcemos a defesa. Pra ontem.
- Blá, blá, blá. Vamo, São Paulo.


Ale Cabral/Agif/Gazeta Press
Ale Cabral/Agif/Gazeta Press

Sinceramente, eu chamo isso de um domingo normal