Júlio César, bem-vindo ao Santa: aqui se levanta taça!

Gazeta Press
Gazeta Press

Júlio César é o jogador com mais títulos na história do Corinthians, já no Náutico...


Depois de seis temporadas sob a guarda do ídolo Tiago Cardoso, a meta do Santa Cruz tem um novo dono. Trata-se de Júlio César, 32 anos, 1,85m, revelado no Corinthians e que estava no Náutico desde o segundo semestre de 2014.


Muitos tricolores ainda não digeriram bem a saída do Paredão para um clube menor depois de tantas glórias pela Cobra Coral. Mas esse é o futebol. E enquanto os dirigentes, jogadores e empresários dão as cartas, nós, das arquibancadas, só toramos aço para que o resultado dessa jogatina à parte seja o melhor para o nosso time.


Apesar da inesperada saída do maior responsável, dentro de campo, pelo renascimento do Mais Querido, o nome de Júlio César chega bem recebido no Arruda. Tem currículo para isso.

É o jogador que mais ganhou títulos na história do Corinthians. Foram nove* taças conquistadas em 14 anos no São Jorge:


- Campeonato Brasileiro da Série A (2005 e 2011**)
- Campeonato Brasileiro da Série B (2008)
- Campeonato Paulista (2009 e 2013)
- Libertadores da América (2012)
- Mundial de Clubes (2012)
- Recopa Sul-Americana (2013).

* Na base do Corinthians venceu ainda duas Copas São Paulo de Futebol Júnior (2004 e 2005).


** Em 2011, foi titular absoluto no Brasileiro.


Júlio se destaca pela velocidade, reflexo, bom aproveitamento na defesa de pênaltis, liderança e raça. Continuou em campo após sofrer uma séria luxação no dedo contra o Botafogo.

Curta o Arrudiando no Facebook!


No entanto, apesar de ser considerado um bom e experiente goleiro, Júlio César também tem a carreira marcada por falhas importantes, o que gera desconfiança quanto a sua solidez. A mais lembrada aconteceu na final do Paulistão de 2011, quando engoliu um chute de Neymar, cafofo e fácil de ser defendido. Depois do lance, foi linchado virtualmente pela Fiel e terminou apagando sua conta no twitter.



Tiago Cardoso também falhava, claro. Sobretudo pelo seu posicionamento errado ou pela saída de gol, muitas vezes atrapalhada. Sob as traves, era um santo milagreiro, principalmente em decisão ou em clássico contra o Sport.


Já as falhas do nosso novo contratado são mais evidentes. Ou seja, aquele frango clássico ou uma cagada na saída de jogo. Se quiser ser ídolo no Santa Cruz e conquistar os títulos que não conseguiu pelo Timba, o goleiro precisa deixar esse histórico para trás.


Repito, Júlio é um grande profissional e tem as credenciais necessárias para fazer um ótimo trabalho por aqui. Jogou ao lado, e contra vários craques, além de ter sido treinado por Tite.

Então, para terminar desejando boa sorte e livrando qualquer tipo de zica, aí vai um vídeo com belas defesas do novo camisa 1 coral. Bem-vindo! Aqui tem taça. Aqui tem torcida.