Cristiano Ronaldo guardou o melhor para a reta final da temporada

Houve um momento da atual temporada em que Cristiano Ronaldo foi muito contestado. Boa parte da imprensa e alguns torcedores do Real Madrid colocaram a qualidade do português em dúvida e chegaram a vaiá-lo em jogos no Santiago Bernabéu, mesmo com o time na liderança do campeonato. A fase não era das melhores, é verdade, mas, ainda assim, duvidar do potencial de um atleta que tanto já fez pelo clube beirava a insanidade e a ingratidão.


Getty Images
Getty Images

Cristiano sempre teve o apoio de todo o elenco


Mas, como sempre, ele não se entregou. Ficou revoltado, não gostou do que ouviu, mas seguiu fazendo o trabalho que devia. Certamente isso chegou a afetá-lo em alguns momentos, deixando-o tenso e fazendo errar lances que normalmente não erraria. Faz parte. Mesmo não parecendo, ele é humano.


No jogo de ontem, contra o Celta, Cristiano Ronaldo escreveu mais um capítulo dessa história. O atacante fez os dois primeiros gols da vitória do Real Madrid no jogo atrasado que pode ter definido o título para os merengues. Agora apenas um ponto separa o time da conquista da LaLiga, que sempre foi o grande objetivo desta temporada. Ainda pode haver um desastre contra o Málaga na última rodada, mas o desempenho do time e, principalmente, do seu principal jogador e líder, fazem a torcida acreditar no melhor cenário possível.



Impressiona, também, a aplicação tática que o português vem apresentando. Ele, que sempre se destacou por jogadas individuais, dribles e gols, sempre foi um jogador muito inteligente em campo, com visão de jogo e que procura os companheiros, mas isso foi potencializado na atual temporada. Cristiano Ronaldo passou a ser um grande garçom também, dando importantes passes para gol e o jogo coletivo do Real Madrid evoluiu de uma forma impressionante. O entendimento do atacante com Marcelo pelo lado esquerdo é algo a ser destacado, mas todo o elenco está de parabéns pela entrega e entendimento da proposta de jogo, o que contribui imensamente para que sua principal estrela brilhe ainda mais.


Já falei aqui sobre o planejamento que foi feito em torno do português. Zidane e sua comissão técnica tinham certeza que precisavam cuidar de forma diferente de sua principal arma, que começava a sentir a idade chegando e não seria uma máquina de desempenho físico até o término de sua carreira. Estavam certos. E Cristiano Ronaldo também estava certo em aceitar e seguir à risca o que foi proposto. O resultado está sendo colhido agora.


Nos últimos oito jogos temporada, Cristiano Ronaldo marcou treze gols. Sendo que, nesse caminho, o time enfrentou e eliminou Bayern de Munique e Atlético de Madrid da Champions League, sempre com excelentes atuações do português. Seu desempenho seguiu impressionante na LaLiga, onde ele mostrou o jogador participativo e preocupado com o grupo que é e liderou o Real Madrid em vitórias que poderão levar à conquista nacional. Jogos importantes, decisivos, onde os adversários não foram capazes de conter o ímpeto goleador do atacante. Uma ótima resposta àqueles que dizem que ele se esconde. Se isso não é ser decisivo, então não sei o que pode ser.


Getty Images
Getty Images

O astro da companhia


Mesmo que ele fique abaixo da quantidade indecente de gols feitos em outras temporadas, isso não tem tanta importância assim. Pessoal e coletivamente, Cristiano Ronaldo não tem mais nada a provar a ninguém e o que importa É apenas o Real Madrid. Sempre foi assim e continuará sendo.



Siga Rodrigo Rebelo no Twitter | Siga o Conexão Merengue no Twitter | Curta o Conexão Merengue | Curta o ESPN FC