O Monaco dirá se o Paris está no caminho certo

Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Contra um adversário de grande peso, o Paris precisa vencer para provar que briga pelo título da Ligue 1


2017 começou com tudo para o Paris Saint-Germain. O time embalou uma sequência de boas e convincentes vitórias, está na final da Copa da Liga e cresceu na Ligue 1. Derrotar equipes como Nantes, Rennes e principalmente Bordeaux fora de casa é sempre complicado, mesmo com a grande diferença técnica e financeira que nos separam ultimamente. Mas é no jogo do próximo domingo (29) que todo mundo está de olho.


Enfrentaremos a melhor equipe francesa da temporada: o Monaco. Dono da melhor campanha e ataque da Ligue 1, além de ter se classificado em primeiro lugar em seu grupo na Champions, os Diagonais estão encantando o futebol hexagonal. A experiência de Falcao e João Moutinho, aliada ao talento dos jovens Bernardo Silva, Fabinho, Germain, Carrillo, Jemerson e Boschilia fazem do time do principado o favorito ao título da L1 este ano. E, falando bem baixinho aqui, para ninguém ouvir, eles são nossos carrascos históricos.


Por tudo isso, o confronto de domingo no Parc ganha ares de um duelo há muito tempo não visto na França. Finalmente não vamos entrar em campo como favoritos, mas sim como uma equipe que precisa vencer para continuar na briga pela taça e provar contra um adversário de peso que sim, podemos sonhar mais alto ainda em 2017.


Não será nada fácil, pois poderemos ter o desfalque de Draxler, que encaixou bem na equipe e é dúvida. Mas Di María voltou a jogar bem, ao marcar dois belos gols na semifinal da Copa da Liga diante do Bordeaux, e nos dá um pouco de esperança de vermos o argentino decidir um grande jogo, como há tempos não acontece. De qualquer forma, a França inteira irá parar para acompanhar o duelo do Parc des Princes no domingo, em um jogo que será o divisor de águas para as pretensões parisienses até o final da temporada.


Gonçalo Guedes chegou


Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Atacante português é uma das maiores revelações nacionais dos últimos anos


O tão esperado atacante da janela de inverno chegou. Trata-se do português Gonçalo Dias, jovem revelação lusitana que veio do SL Benfica. Rápido, habilidoso e com faro de gol, o destro pode atuar em todas as posições no ataque e ser a opção polivalente que Jesé ainda não conseguiu ser. Gosto mais de vê-lo pela esquerda, cortando para o meio, coisa que Draxler já faz bem na equipe – apesar das características diferentes, já que um é atacante, e outro um meia mais cerebral. Sem dúvida é uma boa contratação, mas é mais um jogador que chega como aposta, por isso devemos ter paciência.


ICI C’EST... PARIS!