Lusa tenta consertar erros para surpreender na Série D

Com poucas semanas antes da estreia na Série D do Campeonato Brasileiro, a Portuguesa pouco se reforçou e corre contra o tempo para fechar o plantel. Após anunciar mais de 10 jogadores dispensados, quase nenhum nome foi confirmado pela Lusa, que fará sua estreia na quarta divisão nacional no dia 21 de maio, diante da Desportiva-ES, o que tem deixado os torcedores preocupados quanto ao desempenho rubro-verde na competição.


Curta o Ordem de Avis no Facebook


Até o momento, o único nome confirmado é o do zagueiro Gabriel Santos, que estava no São Bento de Sorocaba. Além dele, Marcelinho Paraíba, sonho antigo dos cartolas lusos e que quase desembarcou no clube em 2016 deve ser anunciado nos próximos dias. O atacante Guilherme Queiroz, artilheiro em 2015 na Série C com a Lusa, também deve chegar. O volante Tárik e o meia Leandro Domingues permanecem.


Sérgio Barzaghi/Gazeta Press
Sérgio Barzaghi/Gazeta Press

Poucos reforços foram anunciados para reforçar a equipe de Estevam Soares


O técnico Estevam Soares comentou a cerca da preparação da equipe e admitiu que novos reforços devem chegar. A expectativa é que sejam peças para assumir a titularidade e não repetir os erros vistos na disputa da série A2 do Paulista.


“Foram 10 dias em que priorizamos os trabalhos físicos e técnicos, além de ter aproveitado dois períodos para condicionar os atletas de maneira adequada. Não estamos com o elenco fechado e estamos aguardando os reforços para dar continuidade a esse processo”, afirmou, em entrevista ao site oficial da Lusa.


Vale lembrar que novamente a Portuguesa se apoia em atletas experientes, aumentando a média de idade da equipe. Uma preocupação já que a Lusa disputará dois torneios (Copa Paulista e Série D). O mantra dos torcedores é um só: acesso no nacional. Caso não consiga, o título no torneio regional é necessário para poder sonhar com um calendário no segundo semestre de 2018 e a sobrevivência lusitana.


A Rubro-Verde busca, agora em pouco tempo, montar o elenco competitivo ecoado aos quatro ventos por sua diretoria na campanha eleitoral e voltar a dar alegria para o torcedor. As falhas no planejamento no primeiro semestre foram cruciais para a queda de rendimento e o risco de rebaixamento. Até o momento, os nomes cogitados são para uma grande carência percebida pelos torcedores: o setor ofensivo. 


Agora o importante é manter esta preparação, correr contra o tempo e conseguir se reforçar ao máximo, pois a Série D promete ser mais complicada que os últimos torneios disputados pela Portuguesa, assim como a Copa Paulista. 


Pegadinha lusitana


Fernando Soutello/AGIF
Fernando Soutello/AGIF

Loco Abreu na Lusa? Só passou de boato


Em tempos de pré e intertemporada, vários nomes são cogitados para reforçar as equipes antes de competições importantes. No Canindé, a torcida se empolgou com a possibilidade de Loco Abreu vestir o manto Rubro-Verde. Porém, o nome não passou apenas de boato, desmentido pelos diretores de futebol e o presidente Alexandre de Barros. O nome do jogador se junta a outro sul-americano sonhado por muitos em 2008: do ex-jogador Verón, ídolo do Estudiantes.  


Sub17


A Portuguesa venceu o duelo diante do Juventus, na manhã do último sábado (6), por 4 a 2, na Rua Javari, pela disputa do Campeonato Paulista Sub17. Os autores dos tentos lusitanos foram Mateus (2), Yohan e Davi, enquanto o Moleque Travesso descontou com Matheus e Thaillor. Com este resultado, a Rubro-Verde subiu para a sexta colocação do Grupo 7, com cinco pontos. O próximo desafio é diante do Grêmio Osasco, no dia 13 de maio, às 11h, no Centro de Treinamento do Parque Ecológico do Tietê.


Sub20


O Sub20 estreou no Paulistão da modalidade com vitória e derrotou o Taboão da Serra, na tarde do último sábado (6), por 2 a 0, no estádio Vereador José Ferez. Gustavo e Davó anotaram os tentos. O próximo compromisso é diante do São Bernardo, no dia 13 de maio, às 15h, no CT do Parque Ecológico do Tietê.


Centenário de Fátima


Dorival Rosa/Portuguesa
Dorival Rosa Portuguesa

A tradicional Adega da Lusa fará uma comemoração devido ao centenário da aparição de Nossa Senhora de Fátima


Como um clube da colônia portuguesa, a Lusa já prepara uma festividade especial em comemoração ao centenário da aparição de Nossa Senhora de Fátima. A tradicional Adega da Lusa acontece no sábado (13), no Salão Nobre da Portuguesa. O evento, que conta com apresentações e pratos tradicionais de Portugal, terá a participação do Rancho Folclórico da Associação Portuguesa de Desportos e comemoração da aparição, com a celebração de uma missa a partir das 18h. A entrada é franca.


Relembrar é viver


O dia 9 de maio de 1954 guarda uma lembrança muito feliz para o torcedor. Foi quando a Rubro-Verde encerrou a sua excursão à Europa e conquistou a sua terceira Fita Azul, dada por um dos principais jornais esportivos da época para a equipe que conquistava uma sequência invicta fora do Brasil. A Lusa conquistou uma sequência de triunfos contra equipes inglesas, alemãs, turcas, belgas e francesas, com uma das maiores equipes do país, base da Seleção Brasileira.

Entre os destaques, estão o empate contra o Fenerbahce-TUR (0 a 0), a goleada contra o Besiktas-TUR (4 a 0) e os triunfos diante o Galatassaray-TUR (2 a 1) e Schalcke- ALE (2 a 1). O time tinha jogadores como Lindolfo, Nena, Hermínio, Ceci, Renato, Nininho, Genê, Orestes, Edmur, Atis, Ortega, Clóvis, Válter, Osvaldinho, Pepino, Zinho, Dido e Pitico.