Por um novo Porto, Sérgio Conceição aposta na intensidade

Getty Images
Getty Images

Sérgio Conceição monta os Dragões em um vertical 4-4-2 nesta pré temporada


A volta do México para a sequência da pré-temporada animou os portistas. Três amistosos, três vitórias e 11 gols marcados. Mais do que os resultados, que pouco importam neste momento, empolga o fato de que os Dragões já têm uma identidade bem clara.


Há menos de um mês treinando o Porto, Sérgio Conceição conseguiu dar a sua cara ao time. Os azuis e brancos são intensos e verticais. Um time dinâmico e com boa transição, que explora muito bem a marcação pressão, e isso já dá frutos.


Curta o À moda do Porto no Facebook


O clube da Invicta joga no 4-4-2 em ritmo intenso, com um ataque que é o maior exemplo deste "novo" Porto. Soares e Aboubakar formam uma dupla que se completa e dá a penetração necessária a um time que pratica um futebol bastante direto.


Ao ter dois homens centralizados, os Dragões se colocam em igualdade numérica com o adversário na grande área, uma boa estratégia para um time que não tem pudor de apostar nos lançamentos, por exemplo.


Getty Images
Getty Images

Recuperado por Conceição, Aboubakar virou peça chave no ataque


Também é de se elogiar a capacidade de Sérgio Conceição montar um time sem contratações. O único novo jogador é Vaná, ex-Feirense, que chegar para ser reserva de Casillas. Os reforços são jogadores que voltaram de empréstimo, como Ricardo Pereira, que retornou do Nice para ser o dono da lateral direita, e o próprio Aboubakar, de volta do Besiktas para se tornar peça chave no setor ofensivo.


Enquanto a janela não se fechar, ainda há o risco de ser perder algum jogador importante, como Felipe, Danilo ou Brahimi. Um perigo real para um clube que precisa fazer caixa.


Dentro de campo, por sua vez, a dúvida fica com a parte física. Conceição explorou com grande ênfase a marcação pressão até aqui, mas ninguém consegue atuar por 90 minutos assim. Como o time se comportará quando precisar reduzir o ritmo? Além disso, o setor defensivo pareceu exposto nos amistosos.


Se não sofrer baixas, o Porto apresenta um elenco mais forte do que na última temporada, assim como uma filosofia de jogo mais atraente. Ainda é cedo para a torcida se empolgar, mas a primeira impressão é a melhor possível.