O Brasileirão 2017 começa agora para o Palmeiras

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Reprodução
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Reprodução

Cuca vai ter que quebrar a cabeça para conseguir que o time melhore, mesmo sem tempo para treinar


Atlético-MG, Coritiba, Fluminense, Santos, Bahia, Atlético-GO, Ponte Preta. Sete partidas num intervalo de 21 dias, sem muito refresco ou tempo para treinar. As próximas três semanas do Palmeiras serão de foco total no Campeonato Brasileiro e, ao final desse período, teremos mais clareza em saber se o decacampeonato é só um sonho distante ou uma realidade possível.


Até agora, está mais para devaneio que para fato. Menos pelos resultados - ruins, é verdade, que nos deixam em 14º lugar antes do início da quarta rodada - e mais pelas péssimas atuações nas derrotas para Chapecoense e São Paulo, uma com time reserva outra com titular, ambas marcadas pela absoluta incompetência ofensiva: tirando o pênalti perdido por Jean no Morumbi, o time não teve uma chance de gol clara sequer nessas duas partidas.


Como se não bastasse o canavial de dúvidas sobre a capacidade do time que nos cercou após a sofrida classificação de quarta-feira, o time ainda deve colecionar desfalques nos próximos jogos: Dudu não deve enfrentar o Galo, Jean e Guerra também podem ficar de fora, Mina e Borja se apresentam à seleção colombiana na segunda-feira. Ou seja: Cuca vai precisar mexer no time e tirar bons resultados da cartola.


A meta feita na planilha mágica previa 5 pontos hoje, e temos 3. Calculei ter 21 pontos ao fim da décima rodada - para isso, precisamos vencer seis dos sete jogos dessa verdadeira maratona que começa neste domingo. A tabela, é verdade, não nos ajuda: ao fim desses 10 jogos, teremos apenas quatro realizados no Allianz Parque e seis como visitante.


Ainda assim, são todos adversários "vencíveis", se o time se portar como se deve. É hora de pensamento positivo e de paciência. Cuca promete que o time vai melhorar, vai se acertar. Vamos, então, dar tempo ao tempo e guardar as cornetas um pouco, até porque elas trabalharam com força nos últimos dias. Que o jogo contra o Atlético, com casa cheia e muita festa, marque o início de um novo tempo. Vamos em frente, Palmeiras. O Brasileirão vai começar pra valer agora.


Cesar Greco/Ag Palmeiras/Reprodução
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Reprodução

Que Borja desencante contra o Galo antes de ir defender a Colômbia


Curta a página do blog no Facebook