Um Milan que luta até depois dos acréscimos

Gol de canela do zagueiro depois do tempo de acréscimo que o árbitro tinha dado vale comemorar? Seria hipocrisia depois do que aconteceu com a Juventus no JStadium? Sabem o que eu penso sobre isso? A culpa é toda e completa da Internazionale, e eles que se entendam com a Lega Serie A.


Os vizinhos nerrazzuri jogaram muito mais, tiveram menos erros individuais, defendiam em bloco e atacavam com objetividade, enquanto o Milan parecia um arremedo de time, sem muitos planos, uma defesa fragilizada por repetidas falhas do De Sciglio e José Sosa e um inútil incompetente baBacca no ataque, que conseguiu perder TODAS AS DISPUTAS contra Miranda e Medel. A verdade é que a vitória da Internazionale se desenhava merecida pelo conjunto da obra até os 75 minutos de jogo, quando Vincenzo Montella saiu de sua caverna e resolveu jogar o time para o ataque de qualquer maneira, se privando de um volante (Sosa) e um lateral (Calabria) por dois atacantes (Lapadula e Ocampos, respectivamente). Desse momento em diante, valeu a carga emocional. E estrelinha cuspida na testa para Locatelli, que, assim que engrenou no jogo, foi vital à resistência milanista.



O gol de Romagnoli significou a rendenção nessa partida tanto dele mesmo, que falhou quando Icardi aumentou o placar no final do primeiro tempo, e de Suso, que não estava jogando absolutamente nada até aquele momento. Depois disso, o que se viu foi a Internazionale tentando parar a partida de qualquer maneira, valorizando demais qualquer interrupção, o Milan se jogando ao ataque de qualquer jeito, e um árbitro que avisou diversas vezes aos jogadores de azul e preto que a lenga-lenga deles teria consequências, e de fato teve.

A jogada do gol de empate já nasceu após o término dos 5 minutos de acréscimos que Daniele Orsato tinha dado e, graças à tecnologia implementada depois do Mundial de 2014, o capeta pode comemorar um dos gols feios mais bonitos que já vi na minha vida, marcado por Zapata aos 97 minutos de partida.


Getty Images
Getty Images

GOLÃO DA PORRA!


Com esse empate, o Milan segue a frente da Inter na tabela com 58 pontos contra 56 dos vizinhos, ocupando a querida 6ª colocação. Para ficar mais legal, a Atalanta tem jogo hoje contra a Roma no Olímpico da cidade eterna e, se perder, estaciona nos 59 pontos, apenas um a mais do que o Diavolo.


- Curtinhas - 


A Curva Sud se apresentou à nova diretoria cobrando seriedade, empenho e presença com uma das várias faixas que levou para essa partida. As outras ironizavam o horário da partida e davam aquela alfinetada em Adriano Galliani, que agora também é um svinculato, aqueles jogadores sem contrato que ele adorava contratar.


Se os Li e Marco Fassone entendem alguma coisa de futebol, já perceberam que De Sciglio precisa trabalhar em uma mina de carvão por algum tempo e que não chegará a lugar algum se Bacca continuar como o atacante principal da equipe.