Por que Pep veio treinar o City? Pergunte a David Silva

Quando Pep foi anunciado como novo treinador do City, uma das primeiras coisas que logo veio à cabeça de todo mundo foi sobre como o time ia melhorar a forma como passa a bola e que a posse, já muito valorizada com Mancini e Pellegrini, ia ser vital para esse time a partir de então.


E se o fundamento do passe é indispensável na construção de um time de Pep, é impossível não pensar em alguém como David Silva.


Um dos melhores passadores do mundo há alguns bons anos, o mágico espanhol foi um dos responsáveis diretos pela decisão de Pep em vir treinar o City, segundo o próprio treinador. Não fosse o bastante, Guardiola não teve dúvidas em afirmar que se trata de um dos melhores jogadores com os quais ele trabalhou e, além disso, se diz muito sortudo em poder contar com um atleta como ele.


E por mais que em suas entrevistas Pep tenda a valorizar seus atletas para lhes dar confiança, David Silva prova, com números, que estas afirmações do comandante não são nenhum exagero.



Curta o Manchester Connection no Facebook



Desde a temporada 2011/12, nenhum outro meia criou mais chances de gol do que ele. De lá pra cá, foram 503 oportunidades. Outro quesito em que David Silva é imbatível na Premier League é na participação em gols. Desde 2012/13, o mago esteve presente em 88 gols do City, com 55 assistências e 33 tentos anotados. Absolutamente clínico.


Getty
Getty

Precisa de uma assistência? Chame David Silva


Na atual temporada, Silva já jogou como holding, como winger, como #10 centralizado e também como interior num 4-1-4-1, às vezes ao lado de Yaya Touré, às vezes com Kevin De Bruyne.


De qualquer forma, independentemente da posição, é seguro dizer que o Merlin é, hoje, um dos intocáveis desse time – e com razão.


Siga @javierfreitas