Lyon 2x1 Guingamp: lioneses vivos na caça ao líder PSG

Neste domingo, o Lyon recebeu o Guingamp pela quinta rodada da Ligue 1. Os lioneses conseguiram uma boa vitória por 2x1 sobre o adversário, que mostrou força durante toda a partida.


Entretanto, os deslizes de Monaco (segundo colocado), goleado pelo Nice, e St.Étienne, que empatou com o Angers, favoreceram o Lyon, que terminou a rodada com os 11 pontos e ocupa agora a terceira colocação da tabela.


O adversário – Guingamp


Fundado em 1912 o En Avant de Guingamp é um clube centenário, que ainda procura maior afirmação em âmbito nacional. As maiores glórias da agremiação foram dois títulos da Copa da França, obtidos em 2009 e 2014. No cenário europeu o Guingamp chegou a vencer a extinta Taça Interoto, em 1996.


Dentre os atletas ilustres, o clube já teve o atacante Stéphane Guivarc’h (ex-Auxerre, Newcastle, Glasgow Rangers), campeão mundial pela França em 1998, o marfinês e ídolo do Chelsea Didier Drogba (ex-Olympique Marselha, Galatasaray), além do ídolo lionês Florent Malouda (ex-Chelsea).


Getty
Getty

O capitão lionês Fekir superando marcador do Guingamp


No passado a equipe foi administrada por Noël Le Graët, mais precisamente nos anos 1970 e nos anos 2000. Em 2011, Le Graët foi eleito presidente da Federação Francesa de Futebol, cargo para o qual já foi reeleito duas vezes, mantendo-se à frente da FFF.


Pra variar, Mariano e Fekir fizeram a diferença


O técnico Bruno Génésio propôs novamente a equipe em 4-2-3-1 (alinhamento inicial: Lopes, Rafael, Marcelo, Morel e Marçal. Tousart, Martins Pereira. Traoré, Fekir, Memphis Depay. Mariano). A linha defensiva Rafael/Marcelo/Morel/Marçal tem se mostrado a mais confiável.


Mariano Díaz abriu o placar logo aos 19 minutos, em mais uma finalização a longa distância (25 metros). Ostentando a vantagem no marcador, a partida manteve-se equilibrada até os primeiros minutos da segunda etapa. No computo geral da partida o Lyon manteve mais posse de bola (56%), com o Guingamp finalizando mais (13 chutes a gol contra 12 – dados segundo L’Équipe).


Getty
Getty

Mariano comemorando o primeiro gol lionês


O gol de empate do Guingamp veio em jogada no setor esquerdo da defesa lionesa, conferido aos 71 minutos por Marcus Thuram, filho do ídolo francês Lilian Thuram, campeão mundial em 1998. Marcus finalizou de cabeça após cruzamento de jogador do Guingamp, que avançou pela ponta direita de seu ataque.


O atacante do Guingamp superou Marcelo e Kenny Tete, sendo que Tete, dotado de menos aptidão defensiva, substituiu Rafael cinco minutos antes do lance do gol. No entanto, o capitão Nabil Fekir deu a vitória aos lioneses no minuto 72, após boa jogada e passe de Memphis Depay.


Mariano e Fekir se encontram na vice-artilharia da Ligue 1, junto a Neymar (PSG), com quatro gols cada. No topo temos Falcao García (Monaco) e Edinson Cavani (PSG) com sete gols cada.


O Lyon volta a campo nesta quinta-feira para estrear pela Europa League 17/18. A equipe visitará o Apollon Limassol no Chipre. O próximo compromisso pela Ligue 1 é o clássico contra o líder PSG, no domingo 17 de setembro.


Para ver os melhores momentos de Lyon 2x1 Guingamp, clique aqui!


La balle de Lyou


- Enquanto a imprensa francesa se perguntava quem entraria no meio-campo, dentre Pape Diop e Tanguy Ndombélé, Bruno Génésio promoveu a titularidade de Christopher Martins Pereira, de apenas 20 anos. O atleta que jogou 51 minutos ao lado de Tousart, já atua pela seleção principal de Luxemburgo.


Oriundo do Lyon B, Martins Pereira foi titular da equipe de Luxemburgo que segurou o 0x0 histórico, diante da seleção francesa no último dia 03/9, pelas Eliminatórias européias. Com certeza a boa rodagem internacional ostentada pelo jogador, favoreceu-o diante de outras opções.


- Siga o blogueiro Alexandre Kazuo no Twitter @Immortal_Kazuo