Lacazette no Arsenal e Giroud no Lyon: quais as chances?

Enquanto a torcida lionesa aguarda o anúncio oficial da aquisição de Bertrand Traoré, a imprensa francesa repercutiu uma negociação real acenada pelo Arsenal ao Lyon por Lacazette. Consequente a isto, o nome do atacante francês Oliver Giroud passou a ser relacionado ao clube lionês, bem como a chegada de Mariano Díaz do Real Madrid.


O interesse do Arsenal em Alexandre Lacazette já vinha sendo enfatizado pela imprensa europeia desde antes do término da temporada 2016/2017. Segundo o L’Équipe os gunners fariam uma oferta entre 50 e 60 milhões de euros.


Getty
Getty

Lacazette em treino da seleção francesa


O L’Équipe informou ainda que a proposta do Arsenal tenta cumprir todas as exigências lionesas. O treinador gunner Arsene Wenger tem por objetivo convencer Lacazette a abandonar quaisquer desejos de transferência para o espanhol Atlético Madrid. A ideia de partir para a Espanha ainda não foi totalmente excluída, algo que mencionamos no Les Bad Gones.


Neste sábado, o L’Équipe trouxe palavras diretas do presidente Jean-Michel Aulas, afirmando que o Arsenal precisa equiparar os exatos 65 milhões de euros oferecidos pelo Atlético. Deste valor, 53 milhões referentes à transferência, mais 12 milhões de bônus.


Aulas ainda deixou claro que o Atlético quer Lacazette para a janela de inverno, em janeiro. E que para deixar o atacante sair é preciso ter um substituto em vista.


Com o Mundial 2018 no horizonte de Lacazette


Lacazette tem no horizonte a possibilidade de ser incluso no grupo de Didier Deschamps, para a disputa da Copa de 2018 pela seleção da França. Uma eventual transferência para o Atlético neste verão implicaria em seis meses inativo, até o término da punição imposta pela FIFA ao clube espanhol.


Lacazette estrearia pelos colchoneros apenas em janeiro de 2018. Lacazette não é exatamente um “intocável” no grupo de Deschamps. A análise mais racional deve observar Lacazette, Ousmane Dembélé e Kylian Mbappé brigando por uma vaga no grupo francês.


O atrativo que o Atlético oferece é uma disputa de Champions League, num momento festivo em que o clube rojiblanco de Madrid estará mandando as suas primeiras partidas, no novo estádio Wanda Metropolitano. Tal qual o Lyon, o Arsenal por sua vez disputará a Europa League.


No setor de ataque da seleção de Deschamps, Dimitri Payet, Antoine Grizemann e Olivier Giroud são nomes certos para o Mundial.


Se Lacazette sair, Giroud será o substituto?


A notícia sobre a aproximação do Arsenal por Lacazette fez com que a imprensa enfatizasse os movimentos do Lyon por Mariano Díaz do Real Madrid, além do alarde do interesse em Giroud, que pertence ao próprio Arsenal.


Getty
Getty

Mariano Díaz que pode deixar o Real Madrid e se juntar ao Lyon


Sobre o dominicano Mariano Díaz, o L’Équipe ressaltou que o técnico lionês Bruno Génésio e Florian Maurice, chefe da célula de recrutamento do Lyon, já estariam em Barcelona para encontrar com o atacante de 23 anos.


Por ser um jogador low profile, a imprensa francesa dá como certo o avanço das negociações pelo jogador. Díaz também interessa ao espanhóis Real Betis, Espanyol e Málaga, além do Eintracht Frankfurt.


Já o nome de Olivier Giroud foi debatido pela direção lionesa tão logo a temporada 16/17 se encerrou, sendo que naquele primeiro momento o status do artilheiro francês mostrava algo além das possibilidades do Lyon. A possibilidade de buscar o mexicano Chicharito Hernández tinha maior preponderância.


Mas este era o panorama anterior à negociação com o Bayern Munique por Corentin Tolisso. O L’Équipe enfatiza que o presidente Jean-Michel Aulas quer tentar persuadir Giroud a juntar-se ao Lyon, mesmo sabendo que o plano do jogador é permanecer na Premier League.


Getty
Getty

Giroud com a seleção da França na última data FIFA


O intento de Aulas subentende que Giroud teria garantia de titularidade em Lyon, algo que ele não teve por parte de Arsene Wenger nas últimas temporadas. Uma chegada de Lacazette a Londres também significaria disputa por espaço no ataque gunner.


Por outro lado, os franceses praticamente nem mencionam a grande chance do chileno Alexis Sánchez deixar o Arsenal. Sem Alexis, a situação de Giroud no Arsenal poderia mudar significativamente. Em termos de prestígio em torneios europeus, Lyon e Arsenal se equivalem, podendo até se encontrarem na Europa League 17/18.


Com 30 anos, Giroud está avaliado em 25 milhões de euros, num vínculo recém renovado para expirar apenas em 2019. Realizou 40 partidas pelo Arsenal na última temporada, contabilizando 16 gols e 7 assistências. Na seleção francesa tem a confiança de Deschamps, com 64 jogos disputados e 27 gols.


A imprensa inglesa ressalta que o Lyon concorre com o West Ham e o Olympique Marselha pelo futebol de Giroud.


La balle de Lyou


- Com a notícia da possibilidade de conclusão da transferência de Bertrand Traoré entre Lyon e Chelsea, Paulo Duarte, técnico de Burkina Faso, afirmou que o atacante é o “próximo grande jogador africano”. O português Duarte conduziu Burkina Faso à terceira colocação da última Copa das Nações Africanas, em janeiro último. Traoré fez parte do grupo.


- Sobre o interesse no zagueiro Eliaquim Mangala, o L’Équipe informou que o defensor francês não sai por menos de 20 milhões de euros, a serem pagos ao Manchester City. Segundo o jornal, o Lyon ainda observa o zagueiro Jason Denayer. O defensor belga tem 21 anos, também pertence ao City mas atuou por empréstimo pelo Sunderland, na última temporada.


- O Lyon deve realizar a apresentação do lateral-esquerdo Ferland Mendy de 22 anos. O jogador francês tinha ofertas de Bordeaux e Lille, mas optou por jogar pelo Lyon. Mendy foi revelado pelo Le Havre, que disputou a última Ligue 2. Realizou 38 partidas (2 gols, 5 assistências). Ferland não tem parentesco com Benjamin Mendy do Monaco. Curiosamente, ambos são laterais-esquerdos, possuem o mesmo sobrenome e foram revelados pelo Le Havre.


- Siga o blogueiro Alexandre Kazuo no Twitter @Immortal_Kazuo