Lyon à espera de Bertrand Traoré (e Lacazette)

Em meio a um mercado surpreendentemente movimentado, o Lyon deve finalizar a compra do atacante Bertrand Traoré nos próximos dias. Paralelamente a isso, o nome do ainda lionês Alexandre Lacazette segue relacionado a diversos clubes europeus. Há porém uma possibilidade razoável de Lacazette seguir em Lyon.


Traoré muito próximo


Segundo a imprensa francesa, Traoré deve se submeter a baterias de exames médicos nas próximas horas. O atacante da seleção africana de Burkina Faso e vice-campeão da Europa League 16/17 pelo Ajax, demonstrou vontade de juntar-se ao Lyon.


O negócio deve render algo entre 19 ou 20 milhões de euros ao inglês Chelsea, que detém seus direitos federativos. As direções de Lyon e Chelsea também viabilizam cláusulas contratuais extras, que podem render pagamentos de bônus condicionados ao desempenho do atacante na França.


Getty
Getty

Traoré enfrentando o Lyon nas semifinais da última Europa League


O jogador de 21 anos deverá ser utilizado pela extremidade direita do ataque do Lyon. Se Bruno Génésio continuar se valendo do 4-2-3-1, a linha dos três meias ofensivos deve ser composta com Memphis Depay na esquerda, Nabil Fekir centralizado e Traoré, à direita.


Um investimento de 20 milhões será impreterivelmente colocado em campo, o qual inevitavelmente apressará a saída de Rachid Ghezzal (Milan ou Fenerbahçe), causando ainda um obscurecimento de Maxwel Cornet. Como já afirmamos, Cornet é cortejado pelo futebol russo, mas não parece disposto a se transferir.


E Lacazette?


Ao que parece e segundo a imprensa, todos os clubes que estavam interessados em Lacazette (e alguns novos) continuam desejando ter o atacante em seus plantéis. Algo que inclui o espanhol Atlético Madrid, que só voltará a contratar jogadores em janeiro, em nome da punição recente da FIFA.


O presidente Jean-Michel Aulas falou publicamente que a situação tornou-se chata, uma vez que entre Lyon, jogador e Atlético tudo parecia certo, por conta da oferta de cerca de 50 milhões de euros acenada pelos colchoneros.


Na apresentação do lateral Fernando Marçal, que mencionamos no último post, Aulas expressou dois pontos cruciais. O presidente disse que, sem a concretização da oferta do Atlético, Lacazette tem “contrato até 2019”. E foi claro quando ressaltou que a única oferta que havia chegado pelo atacante era a dos colchoneros.


Getty
Getty

Lacazette em treino da seleção francesa


Um detalhe que ressaltamos no Les Bad Gones é a forma como Aulas se refere aos jogadores. Acreditamos que Aulas falava sobre Corentin Tolisso medindo as palavras e tomando o meia, agora do Bayern Munique, como um investimento valioso. Aulas não descrevia Tolisso como um “ídolo”, algo que faz quando menciona Lacazette. Desde que a temporada acabou, Aulas já disse sobre Lacazette coisas como “por ele podemos fazer tudo” ou situações “podem mudar”.


O palpite do Les Bad Gones é de que o atacante não sai neste verão. Lacazette deve seguir para o Atlético no inverno ou ser adquirido em janeiro pelos espanhóis, para ser apresentado apenas depois da Copa de 2018.


Lacazette de olho na convocação para o Mundial 2018


Com a ascensão súbita de Mbappé e Dembélé, que, sim, devem se transferir para outras ligas, o viável para Lacazette disputar o Mundial é seguir no Lyon. Uma adaptação complexa à Premier League ou Bundesliga poderia prejudicá-lo em futuras convocações da seleção francesa.


Mbappé/Dembélé conseguiram se sobrepor à frente dele na seleção da França, após a última data FIFA. No caso de Lacazette o futebol espanhol é ofensivo e trará menos problemas de adaptação, sobretudo se houver a transferência para o Atlético. Lá, Gameiro e Gaitán não convenceram, além de Fernando Torres (33 anos) estar em fim de ciclo.


Num clube inglês ou Real Madrid, Kylian Mbappé será utilizado a “conta-gotas” por ter apenas 18 para 19 anos. Será similar ao brasileiro Gabriel Jesus, em seu primeiro semestre no Manchester City. Já Ousmane Dembélé pode até ir para o Barcelona. Mas atuando pela faixa direita do ataque, quem acredita que ele será titular na função de... Lionel Messi?


Súbito silêncio sobre Chicharito


Antes da transferência de Tolisso para o Bayern, tinha-se um panorama com a imprensa francesa alardeando o interesse do Lyon pelo mexicano Chicharito Hernández. O budget inicial que o presidente Aulas poderia ter com a venda de Lacazette foi obtido já com a venda de Tolisso.


A preferência então se tornou a aquisição de Bertrand Traoré. Suspeitamos deste aspecto e podemos estar enganados, pelo fato de Chicharito estar disputando a Copa das Confederações. Entretanto, o mexicano era alvo para repor a lacuna que Lacazette poderia (e ainda pode) proporcionar.


Mesmo com o prosseguimento de Lacazette no plantel, Chicharito seria um atleta útil, pois o Lyon não possui um centroavante de área nato. A rodagem internacional do mexicano também o torna um elemento diferenciado.


Para ler mais sobre Traoré e Chicharito, clique aqui!


La balle de Lyou


- Ainda para o setor de ataque lionês, a imprensa francesa tem reverberado o nome do dinamarquês Kasper Dolberg. O jogador pertence ao Ajax, ainda causando pesadelos em alguns torcedores do Lyon. Com 19 anos, Dolberg está avaliado em 14 milhões de euros. Contra o Ajax pela Europa League, vimos Dolberg atuando aberto pelos lados, sendo que o jogador também pode atuar na área. A princípio, Dolberg parecia um “plano B” do Lyon, caso a negociação por Traoré não ocorresse.


- O meia-atacante belga Adnan Januzaj afirmou que não prosseguirá no Manchester United. Com apenas 22 anos, Januzaj disputou a temporada 16/17 emprestado ao Sunderland. Na Europa, o nome do atleta é relacionado à Real Sociedad da Espanha. Na França em específico, a imprensa o relaciona a um suposto interesse do Lyon. O preço de Januzaj está fixado em 7 milhões de euros.


- Para o setor de defesa lionês, a imprensa turca enfatiza um acerto entre o zagueiro brasileiro Marcelo e o Lyon. Marcelo (30 anos) pertence ao Besiktas, que poderia receber quase 9 milhões de euros pelo defensor ex-Santos, Hannover e PSV Eindhoven.


- Ainda para a zaga lionesa, a imprensa francesa começou a ventilar o nome do belga Vincent Kompany como alvo do Lyon. Capitão da Bélgica e liderança do Manchester City, Kompany (31 anos) perdeu espaço quando Pep Guardiola chegou ao clube citzen no início da temporada passada.


- Aos leitores agradecemos novamente a audiência e participação. Creio que a torcida brasileira do Lyon não precisa temer um desmanche desmedido. A janela de transferências está apenas se iniciando e o Lyon tem dinheiro em caixa.


- Siga o blogueiro Alexandre Kazuo no Twitter @Immortal_Kazuo