Seis sugestões de reforços para a defesa do Lyon

A temporada 2016/2017 está prestes a se encerrar. Aqueles que acompanham o Les Bad Gones estão familiarizados com as observações que fizemos, sobre os problemas defensivos que o time do Lyon apresentou na temporada.


O esquema tático de Bruno Génésio prima pela ofensividade. Por outro lado, o time apresentou deficiência na marcação no setor direito da defesa durante toda a temporada, além de sofrer déficit psicológico em momentos decisivos, pois a média de idade dos jogadores do setor é baixa.


Os zagueiros centrais mais velhos (Yanga-Mbiwa e Nkoulou) tem 27 anos, ao passo que os promissores Diakhaby (20 anos) e Mammana (21 anos) precisam de um “tutor” atuando junto.


Com a ideia de jogo de Génésio pautada pela linha defensiva adiantada, o elenco precisa de um volante marcador típico, para ser utilizado em situações pontuais em que o time precisa se defender. Este artifício é necessário em torneios de mata-mata, sobretudo quando se lida com regra do gol qualificado.


Nenhuma das possibilidades aqui apresentadas está sendo cogitada pelo clube, ao menos não até agora. NÃO estamos apresentando nenhum rumor de possível contratação. Tratam-se apenas seis genuínos palpites descompromissados deste blogueiro.


Tais palpites estão restritos ao setor de defesa, estando de acordo com a realidade financeira atual do Lyon. Logo, o Les Bad Gones não sonha com Bonucci, Varane, Casemiro, Kanté, Hummels, nem com Arturo Vidal.


1) Mamadou Sakho
Naturalidade: França
Posição: zagueiro/lateral-esquerdo
Clube: Crystal Palace (Inglaterra)


Tendo voltado a campo apenas em janeiro, Mamadou Sakho luta para retomar seu espaço na seleção da França. No fim de 2015, Sakho teve um doping positivo confirmado, o que levou a sua exclusão do time principal do Liverpool, clube onde era titular absoluto.


O zagueiro ganhou preponderância com o treinador Brendan Rogers, que deu-lhe a braçadeira de capitão em algumas ocasiões. Posteriormente, lidou com certa frieza por parte do atual técnico Jürgen Klopp. Sakho foi suspenso pela UEFA, perdendo chance de participar da EURO 2016 pela França. Entretanto, o processo foi arquivado pela entidade na metade de 2016.


Getty
Getty

Sakho ainda no Liverpool, em duelo contra o Manchester City de Agüero


O doping se deu em nome de substâncias encontradas em medicamento para perda de peso, e não por uso de substâncias químicas ilícitas. Com 27 anos, Sakho busca atuações constantes para voltar a ser convocado por Didier Deschamps. O Lyon disputará a próxima Europa League. O Crystal Palace, que o solicitou seu empréstimo junto ao Liverpool em janeiro último, joga Premier League para não cair para a 2ª divisão.


Ainda no Liverpool de Brendan Rogers, Sakho se destacou pelo lado esquerdo, quando a defesa red variava a linha defensiva com 3 ou 4 homens, algo que o esquema tático de Bruno Génésio propõe. Sakho pode ser adequado à lateral-esquerda. Numa hipotética contratação, os alinhamentos Rafael (ou Jallet)/Diakhaby/Sakho/Morel ou Diakhaby/Mamanna/Sakho seriam possíveis.


Seu valor de mercado está avaliado em 10 milhões de euros. O atleta contabiliza 28 partidas disputadas pela seleção da França. Sakho foi titular do time bleu que veio ao Brasil para disputar o Mundial 2014.


Veja lances de Sakho jogando pelo Liverpool na temporada 2015/2016



2) Eliaquim Mangala
Naturalidade: França
Posição: zagueiro
Clube atual: Valencia (Espanha)


Outrora zagueiro promissor da seleção francesa, Eliaquim Mangala foi esnobado por Pep Guardiola, tão logo o catalão chegou ao Manchester City. Por volta de 2014, o zagueiro começou a chamar atenção atuando pelo Porto, tendo sido disputado pelo Chelsea com o City, que o contratou em agosto daquele ano.


Mangala era o provável sucessor do capitão Vincent Kompany no City, mas acabou incluso no pacote de dispensa de Guardiola no início desta temporada. O zagueiro juntou-se ao Valencia por empréstimo, sendo que os espanhóis vivem momento administrativo confuso. Os ches sequer disputaram vagas para competições europeias.


Getty
Getty

Mangala desarmando Walcott em duelo entre Manchester City x Arsenal


Com 26 anos, Mangala tem o valor estipulado em 15 milhões de euros. Precisa jogar para manter chances de convocação para o time francês, que disputará o Mundial 2018. O jogador fez parte da seleção que disputou a Copa 2014.


É mais jovem que alguns dos atuais zagueiros do Lyon, mas está habituado a jogar em alto nível e disputar torneios continentais. Guardiola já confirmou que não pretende contar com o defensor, tão logo ele retorne do empréstimo para Manchester.


Veja lances de Mangala jogando pelo Manchester City na temporada 2015/2016



3) Kurt Zouma
Naturalidade: França
Posição: zagueiro/lateral-direito
Clube: Chelsea (Inglaterra)


Zagueiro promissor, Kurt Zouma vinha mantendo preponderância no Chelsea, até se lesionar gravemente meses antes da disputa da EURO 2016. A lesão tirou suas chances de jogar o torneio pela França e Zouma acabou perdendo espaço no selecionado bleu para Samuel Umtiti (Barcelona).


Getty
Getty

Zouma (a esquerda) enfrentando Pogba em duelo entre Chelsea e Manchester United


Zouma foi relegado à condição de coadjuvante no Chelsea, que acaba de ser campeão inglês. Tão logo a atual temporada se iniciou, o zagueiro viu as chances de titularidade reduzidas com o retorno de David Luiz a Londres e a utilização de Azpilicueta (outrora lateral-esquerdo) como defensor pela direita. Além de ambos, Zouma conviveu com a concorrência dos capitão e vice-capitão blue, John Terry e Gary Cahill, respectivamente.


O defensor francês está em Stamford Bridge desde 2014. Apesar de nascido na cidade de Lyon, é oriundo do St. Étienne e a princípio teve a confiança do técnico José Mourinho, que não está mais no Chelsea. Na presente temporada disputou apenas 17 partidas pelos blues.


Pela idade (22 anos), Zouma vale o investimento alto (17 milhões de euros), tratando-se de jogador que pode ser vinculado por empréstimo, com opção de compra ao final. Por atuar pelo setor direito da defesa, é até mais adequado ao Lyon do que Mangala e Sakho.


Veja lances de Zouma jogando pelo Chelsea na temporada 2015/2016



4) Nathan Aké
Naturalidade: Holanda
Posição: zagueiro/lateral/volante
Clube atual: Chelsea (Inglaterra)


Com 22 anos, o holandês Nathan Aké é reserva no elenco do Chelsea, novo campeão inglês. O atleta pode atuar em todas as posições da defesa, tanto pela direita quanto pela esquerda, além de jogar como volante, correspondendo à versatilidade tática de jogadores formados na Holanda.


Getty
Getty

Aké em duelo entre Chelsea x Tottenham na atual edição da FA Cup inglesa


Revelado pelo holandês Feyenoord, Aké chegou ao Chelsea B em 2012. Atuou por empréstimo por Watford, Reading e Bournemouth, além de ter integrado todas as categorias de base da seleção da Holanda. O defensor realizou 17 partidas na atual temporada, contabilizando jogos por Bournemouth e Chelsea.


O valor de mercado do jogador é interessante, estipulado em 8 milhões de euros.


5) Lassana Diarra
Naturalidade: França
Posição: volante/lateral-direito
Clube atual: Al Jazira (Emirados Árabes)


Veterano, Lassana Diarra assinou há poucos meses com o árabe Al Jazira. O volante estava jogando no futebol francês, até decidir por rescindir seu contrato com o Olympique Marselha, no início de 2017. “Lass” buscou saída amigável dizendo-se “não integrado” à nova gestão marselhesa, agora sob comando do americano Frank McCourt.


Getty
Getty

Lassana Diarra jogando pela seleção francesa


Com 32 anos, Lassana Diarra tem perfil que seria análogo ao que o Lyon necessita. O meio-campista atua pelo lado direito, podendo inclusive jogar pelo lado externo. Tem boa experiência, acumulando passagens por Chelsea, Arsenal e Real Madrid. Embora seu contrato com o Al Jazera expire em 2020, o valor de rescisão é baixo (5 milhões de euros).


6) Blaise Matuidi
Naturalidade: França
Posição: volante
Clube atual: PSG (França)


Destaque do PSG nas últimas temporadas, Blaise Matuidi carrega um perfil que pode afastar ofertas de grandes clubes. Seu valor de mercado está fixado em 30 milhões de euros, e sua idade (30 anos) pode tornar o investimento inviável. 


Getty
Getty

Matuidi em duelo recente entre PSG e Lyon


Lapidado pelo técnico Carlo Ancelotti (atual Bayern Munique), Matuidi deve ser negociado pelo PSG neste verão europeu. Para manter sua vaga na seleção da França que vai à Copa 2018, o volante precisa atuar regularmente, até pela onipresença do francês N’Golo Kanté (Chelsea), destaque absoluto há duas temporadas no futebol inglês


Matuidi é um volante físico e de marcação, com muita qualidade na saída de bola. O Lyon não possui jogador similar no plantel. Por outro lado, seu valor é um tanto quanto elevado.


- Siga o blogueiro Alexandre Kazuo no Facebook e no Twitter @Immortal_Kazuo