Montpellier 1x3 Lyon: lioneses recuperados em busca de nova Liga Europa

Após a frustrante eliminação na Europa League, na última quinta-feira, o Lyon retornou a campo pela 37ª rodada da Ligue 1, visitando o Montpellier neste domingo. Os lioneses mostraram que não há frustrações no aspecto mental, impondo nova vitória convincente por 3x1 sobre o tradicional adversário.


Bruno Génésio dispôs o time em 4-2-3-1, com Memphis Depay e Rachid Ghezzal nas extremidades esquerda e direita dentre os 3 meias ofensivos, propondo ainda Nabil Fekir como meia centralizado. Após erro do zagueiro adversário Congré, Lacazette se aproveitou do lance passando para Fekir abrir o placar.


Cinco minutos depois, Lacazette ampliou após boa jogada de Depay. Mounié diminuiu para o Montpellier aos 35 minutos, aproveitando lance de escanteio. O Lyon porém conseguia controlar o jogo até porque o adversário via-se tenso, uma vez que luta para não ser rebaixado. Três dos quatro cartões amarelos distribuídos foram para os atletas do Montpellier.


Lacazette deu os números finais à partida já nos acréscimos da segunda etapa, chegando a 26 gols em 29 partidas da Ligue 1.


Formação ofensiva definitiva


O ataque com o trio Ghezzal/Fekir/Memphis, mais Lacazette à frente, compõe a formação definitiva do Lyon. Ofensivamente, a equipe conseguiu obter 57% de posse de bola - 14 finalizações, das quais 6 foram em gol. Isso tudo segundo as estatísticas registradas pelo L’Équipe.


Fora isso, Ghezzal dá maior segurança na recomposição pelo lado direito, seja Jallet (titular nesta ocasião), seja Rafael Silva o titular na lateral. É o detalhe que estamos ressaltando nos últimos posts do Les Bad Gones e que custou a eliminação do Lyon na Europa League.


Getty
Getty

Lacazette anotou dois gols pela segunda partida consecutiva


O Montpellier obteve um gol, em falha recorrente devido deficiência na bola área em jogada de escanteio pelo lado esquerdo. Entretanto, o adversário não obteve gol em lacunas abertas no setor direito da defesa lionesa.


Na quarta colocação da Ligue 1, o Lyon se encontra com 66 pontos, sete à frente do quinto colocado. A classificação direta para a fase de grupos da Europa League 2017/2018 está matematicamente assegurada.


Os lioneses voltam a campo no próximo sábado, recebendo o Nice em Lyon, pela última rodada da Ligue 1 2016/2017.


Para ver os melhores momentos da partida no canal oficial da Ligue 1 no You Tube, clique aqui!


La balle de Lyou


- O presidente Jean-Michel Aulas ressaltou via Twitter a porcentagem de vitórias obtidas por Bruno Génésio, comparado-o a treinadores antecessores em jogos da Ligue 1. Génésio vem em primeiro com 58%, seguido de Hubert Fournier (52%), Claude Puel (50%) e Rémi Garde (48%).




- Génésio continuará no cargo e merecendo a confiança. Mas se por um lado o Lyon detém o terceiro melhor ataque da Ligue 1 (74 gols), atrás apenas de Monaco (1º colocado/102 gols) e PSG (2º colocado/82 gols), por outro seu número de gols sofridos (45) é superior aos de Nice (3º colocado/33 gols sofridos), Olympique Marselha (5º colocado/41 gols sofridos) e Bordeaux (6º colocado/42 gols sofridos).


- Aulas ainda afirmou que tem interesse em viabilizar o retorno do meia-atacante Hatem Ben Arfa, revelado pelo Lyon. Ben Arfa chegou ao PSG para a atual temporada, após passagens por Newcastle (Inglaterra) e Nice. O presidente disse que esteve no páreo com o PSG pela contratação de Ben Arfa no último verão. Frisou que a volta do atleta a Lyon depende apenas do jogador. Segundo Aulas, Ben Arfa tem “o número do seu telefone”.


Coup d’oeil des rivaux


- O topo da tabela da Ligue 1 segue inalterado. O líder Monaco chegou aos 89 pontos, após vencer o Lille por 4x0, sem muita dificuldade. Depende dos próprios resultados para chegar ao título inevitável, além de ter um jogo a menos. Falcao Garcia anotou 2 gols e chegou a 21 marcados na presente edição da Ligue 1.


- Além da revelação de Kylian M’bappe, a presente campanha do Monaco deve ser enaltecida pela reabilitação plena de Falcao Garcia, atacante que não se adaptou à Premier League, mas teve preponderância no futebol argentino (River Plate), português (Porto) e espanhol (Atlético Madrid).


- Os monagescos chegaram à marca dos citados 102 gols na temporada, contabilizados apenas os tentos anotados pela Ligue 1.


- Comandado interinamente por Franck Passi, o Lille, tricampeão francês (10º colocado na presente edição da Ligue 1), já tem acordo oficializado com o técnico argentino Marcelo “el loco” Bielsa, que retornará à Ligue 1 para a temporada 2017/2018. Passi foi auxiliar técnico de Bielsa no Olympique Marselha.


- Três pontos atrás do Monaco, o vice-líder PSG goleou o St. Étienne por 5x0. As chances de título do PSG (86 pontos/37 jogos) se concretizam caso o Monaco (36 jogos) empate ou perca suas últimas duas partidas e o PSG vença a última que lhe falta. 


- A briga pelas duas vagas para os playoffs da próxima Europa League segue do “mesmo tamanho”. Olympique Marselha (5º lugar/59 pontos) empatou com o Bordeaux (6º lugar/58 pontos) em 1x1. A partida que aconteceu em Bordeaux foi marcada por confusões entre torcedores pouco antes do jogo se iniciar.


- Siga o blogueiro Alexandre Kazuo no Facebook!