De Renard a Alex Morgan: 5 destaques do time feminino do Lyon

A equipe feminina do Lyon visitará o inglês Manchester City no sábado (22/4), em partida de ida válida pelas semifinais da Women’s Champions League 2016/2017. As lionesas defendem o título do torneio, que já venceram em três ocasiões.


O embate colocará frente a frente as americanas Carli Lloyd pelo lado das citzens e Alex Morgan, que defende o time lionês desde janeiro. Lloyd detém a última Bola de Ouro FIFA na categoria feminina. Ambas são titulares da seleção dos EUA, num embate talvez equiparável ao confronto entre Messi e Neymar, na categoria masculina.


Getty
Getty

Jogadoras do Lyon celebrando o título da Women's Champions League 2015/2016, obtido sobre o Wolfsburg feminino (Alemanha)


Na outra partida das semifinais o também francês PSG enfrentará o Barcelona feminino. Este jogo marcará encontro entre as atletas da seleção feminina do Brasil. A dupla Formiga e Cristiane do PSG enfrentará a atacante Andressa Alves, reforço do Barcelona para a atual temporada.


A equipe feminina do Lyon é a força a ser batida na Europa. Confira cinco destaques do Lyon feminino:


1) Wendie Renard
Nacionalidade: França
Posição: zagueira


Capitã da equipe, a defensora francesa Wendie Renard já carrega a condição de ídolo inquestionável do Lyon. Aos 26 anos, Renard conquistou os últimos dez títulos consecutivos da Division 1 Féminine (liga francesa feminina) obtidos pelo clube, além de ser tricampeã da WCL, também jogando pelo Lyon.


Getty
Getty

Renard (abaixo) jogando duro


Recentemente o presidente Jean-Michel Aulas ressaltou a importância de Renard, ao concluir a renovação contratual da defensora. Enfatizou os 19 títulos que Renard ostenta no currículo. Aulas contabilizou os seis títulos da Copa da França feminina, além dos citados no parágrafo acima.


Revelada pelo Essor Préchotain, Renard atua pelo Lyon desde 2006, sendo também titular da seleção francesa. A zagueira contabiliza 86 jogos (19 gols) com a camisa bleu, além dos títulos 2012 e 2014 do Torneio Internacional do Chipre, e o título 2017 da She Believes Cup.


Não é exagero dar a Renard a importância que Juninho Pernambucano tem para o time masculino do Lyon.


2) Saki Kumagai
Nacionalidade: Japão
Posição: zagueira


Atuando pelo Lyon desde 2013, a zagueira japonesa Saki Kumagai é uma lenda do futebol em seu país. Aos 26 anos, Kumagai elenca no curriculo medalha de ouro nos Jogos Asiáticos 2010, título da Copa do Mundo feminina em 2011 e medalha de prata nas Olimpíadas 2012.


Getty
Getty

A zagueira japonesa Saki Kumagai


Sua carreira profissional teve inicio na categoria feminina do japonês Urawa Red Diamonds, equipe pela qual foi campeã da Nadeshiko League (liga japonesa feminina) em 2009. Kumagai chegou à Europa em 2011 para atuar pelo alemão Frankfurt, agremiação onde permaneceu até 2013.


Chegou ao Lyon como reforço para a temporada 2013/2014. De lá para cá, foi tricampeã francesa e tricampeã da Copa da França, além de integrar o time lionês vitorioso na WCL da última temporada. Kumagai é a capitã do time feminino do Japão, seleção pela qual elenca 86 jogos disputados.


3) Camille Abily
Nacionalidade: França
Posição: meia-atacante


Ícone do futebol feminino da França a veterana meia-atacante Camille Abily é o cérebro criativo da equipe do Lyon. Aos 32 anos, Abily já atuou por Montpellier, PSG e pelos americanos Los Angeles Sol e Gold Pride.


Getty
Getty

Abily (de preto) em duelo contra o Wolfsburg por volta de 2012


Esta é a segunda passagem da meio-campista pelo time lionês, que defendeu entre 2006 e 2009, retornando em 2010. Abily contabiliza marca imponente de 5 gols e 4 assistências em 6 partidas disputadas pela atual edição da WCL. Em seu currículo, são 11 títulos franceses (9 pelo Lyon, 2 pelo Montpellier), 7 Copas da França (6 pelo Lyon, 1 pelo Montpellier), além do tricampeonato europeu conquistado pelo Lyon.


Nos EUA, Abily foi campeã 2010 da Women’s Profissional Soccer League (atual NWSL – National Women’s Soccer League) jogando pelo californiano Gold Pride. A meio-campista contabiliza 176 partidas (35 gols) pela seleção francesa. Foi campeã do Torneio Internacional do Chipre 2012 e 2014 e da She Believes Cup 2017, jogando pela seleção bleu.


4) Eugénie Le Sommer
Nacionalidade: França
Posição: atacante


A artilheira Eugénie Anne Le Sommer é um dos grandes nomes do Lyon e da seleção francesa. Seu início no futebol feminino profissional se deu em 2007 no Stade Briochin, que corresponde à versão feminina do Guingamp, que joga a Ligue 1 francesa masculina.


Getty
Getty

A atacante francesa Le Sommer (a frente)


Le Sommer (hoje com 27 anos) foi contratada pelo Lyon em 2010. Esteve presente nas equipes que conquistaram os seis últimos títulos franceses consecutivos, as cinco últimas Copa da França consecutivas e os três títulos da WCL obtidos pelo Lyon feminino.


A atacante contabiliza 216 jogos disputados pelo Lyon e 197 gols marcados. Na atual edição da WCL Le Sommer tem cinco gols anotados em seis partidas disputadas. Com a seleção da França, Le Sommer disputou 135 partias e anotou 60 gols. Foi campeã do Torneio Internacional do Chipre 2012 e 2014 e da She Believes Cup 2017.


Veja gols de Le Sommer pela seleção da França



5) Alex Morgan
Nacionalidade: EUA
Posição: atacante


Engana-se quem pensa que o holandês Memphis Depay foi o único grande reforço trazido pelo Lyon em 2017. A californiana Alexandra Patricia Morgan Carrasco chegou ao clube em janeiro, apontada como principal reforço para a equipe do Lyon feminino.


Alex Morgan fez sua estreia no futebol europeu e na Women’s Champions League nas quartas de final do torneio, ajudando o Lyon feminino a superar o alemão Wolfsburg. Aos 27 anos, Morgan elenca uma longa carreira no futebol feminino yankee, tendo obtido condição de ídolo nacional americano recentemente.


Getty
Getty

A americana Alex Morgan


A atacante está emprestada pelo Orlando Pride (onde jogará a brasileira Marta), versão feminina do Orlando City, que, por sua vez, conta com o brasileiro Kaká. Foi campeã em 2011 da antiga Women’s Professional Soccer League pelo New York Flash, vencendo a atual versão do torneio, agora National Women’s Soccer League, na edição 2013 jogando pelo Portland Thorns.


Com 125 partidas e 73 gols marcados pela seleção dos EUA, o currículo de Morgan é extenso: medalha de ouro olímpica 2012, título da Copa do Mundo 2015, título da Copa da Concacaf 2014 e título da Copa do Mundo sub-20, conquistado em 2014.


Alex Morgan é figura midiática nos EUA. A revista Time colocou-a em 2015 como a jogadora mais bem paga do mundo, contabilizando aquilo que ela angaria só em contratos de patrocínios. A atleta publicou uma série de livros didáticos para jovens futebolistas, que renderam ainda uma série televisiva.


A edição americana do game FIFA 2016 trazia a imagem de Alex Morgan nas capas, junto a Lionel Messi.


Veja gols de Alex Morgan



- Siga o blogueiro Alexandre Kazuo no Facebook e no Twitter @Immortal_Kazuo