E se Juninho tivesse escolhido o Barça, e não o Lyon?

No último dia 2 de abril, Marcelo Djian, ex-jogador e agora agente de atletas ligado ao Lyon, falou no programa Resenha ESPN sobre os jogadores brasileiros que ele mesmo indicou ao clube. Dentre os vários casos que Djian viabilizou está a contratação do meia Juninho Pernambucano.


Um dos maiores ídolos da história do clube lionês, Juninho foi contratado pelo Lyon em 2001, junto ao Vasco da Gama. No programa Djian comentou sobre a veracidade da abordagem oficial feita pelo Barcelona a Juninho, paralela àquela que foi empreendida pelo Lyon.


Getty
Getty

Juninho em pose clássica, cobrando faltas


Segundo Marcelo Djian, o valor oferecido pelo Barcelona ao meia era muito superior ao oferecido pelo Lyon. Porém, Juninho disse a Djian que, se tudo que o Lyon estava oferecendo no contrato realmente fosse cumprido, ele partiria para o velho Gerland.


Com o aceno positivo de Djian, a negociação foi concretizada e hoje Juninho é uma das melhores partes da história do clube, tendo atuado pela agremiação entre 2001 e 2009. Disputou 325 partidas, anotou 93 gols e realizou 57 assistências.


E o que teria acontecido se Juninho aceitasse a proposta do Barcelona?


Entre 2000-2003, o Barcelona era presidido Joan Gaspart, vendo-se ali num momento confuso. Os culés assistiam o rival Real Madrid expandir conquistas durante a primeira gestão do presidente Florentino Pérez, que inclusive tomou o atacante lusitano Luís Figo dos próprios blaugranas naquela época.


Juninho chegaria num período tempestuoso do Camp Nou. Se ainda estivesse no clube em 2003, veria uma troca de presidentes com Enric Reyna assumindo o posto renunciado por Gaspart. Um rumo seria apontado apenas por Joan Laporta, que assumiu o clube em junho daquele mesmo ano.


O horizonte apontado por Laporta englobou as conquistas da Champions League, nas edições 2005/2006 e 2008/2009. No melhor dos mundos possíveis, Juninho disputaria posição com Xavi Hernández e Andrés Iniesta, sendo que Iniesta subiu para o time A em 2003, ganhando preponderância na final da UCL 2006.


Concorrência dura


O Barça sempre priorizou as crias de La Masia, valendo ressaltar que, naquela primeira metade dos anos 2000, Cesc Fàbregas preferiu assinar com o Arsenal a tentar ser aproveitado no time principal do Barça. Cesc dividiria espaço com Xavi/Iniesta, tal qual dividiu sem muito sucesso, quando resolveu voltar ao Barcelona em 2011.


Por outro lado, Juninho apresentava estilo bastante parecido com o do meia luso-brasileiro Deco, contratado pelo Barcelona junto ao Porto, em 2004. No cenário mais otimista, Juninho teria que permanecer paciente na Catalunha por duas ou três temporadas para, hipoteticamente, ocupar o espaço que foi dado a Deco.


Getty
Getty

Juninho (ao chão) marcado por Xavi em duelo Barcelona x Lyon pela Champions League em 2009


O Barcelona é o Barcelona, mas o clube é um moedor de jogadores promissores. A lista dos últimos 15 anos é imensa, incluindo Juan Riquelme, Javier Saviola, Gabriel Milito, Gianluca Zambrotta, Aleksandr Hleb, Alex Song, Yayá Toure, Dmytro Chygrynskiy.


Jogadores consagrados também são contrapostos às crias das canteras. Na temporada 2009/2010, o Barça foi eliminado das semifinais da UCL com Pep Guardiola deixando Thierry Henry no banco, paralelamente à relação intempestiva mantida com Zlatan Ibrahimović.


Voltando a 2001, sem Juninho, o Barcelona apostou em Geovanni, então promessa do Cruzeiro. O meia-atacante permaneceu na Catalunha até 2003, quando se transferiu para o Benfica. Realizou apenas 41 partidas com a camisa culé. No verão de 2003, Joan Laporta contratou Ronaldinho Gaúcho.


Como Djian disse a Sorín, André Plihal e convidados no programa Resenha, Juninho teria sido "mais um" no Barcelona.


Lyon sem Juninho?


Juninho Pernambucano é muito importante na história do Lyon, mas futebol é jogo coletivo. Não se pode desprezar nenhum dos atletas lioneses do ciclo heptacampeão da década passada. Por outro lado, é possível que, sem Juninho, o Lyon talvez não conseguisse todos os sete títulos de Ligue 1 e um da Copa da França, em campanhas que o jogador foi o protagonista.


Getty
Getty

Juninho, Coupet e Govou celebrando a conquista da Copa da França 2007/2008


Você pode se perguntar se o Milan de Carlo Ancelotti teria vencido duas Champions League (2002/2003, 2006/2007) sem Andrea Pirlo. Ou se o Chelsea teria encontrado predominância entre 2005 e 2012 sem Frank Lampard. Sem Juninho, a história do Lyon na última década teria sido bastante diferente.


La balle de Lyou


- O público mais “nerd” que já passou dos 30 anos talvez se lembre dos gibis da Marvel nos anos 1970/1980. A editora produzia histórias contadas pelo alienígena gigante Uatu, que reside da lua terrestre. Uatu é o vigia da Terra e sua função é observar feitos e desventuras, dos super heróis da Marvel Comics. Ele observa mas não pode intervir.


- São famosos entre colecionadores/fãs da Marvel as histórias “O que aconteceria se...” (ou “What If?” nos títulos americanos), em que os roteiristas apresentavam tramas alternativas a tramas clássicas ou famosas dos super-heróis da Marvel. Já surgiram coisas como “o que aconteceria se o Justiceiro matasse o Homem Aranha?”, ou “o que aconteceria se Wolverine não fosse abandonado no altar por Mariko Yashida?”. Essa linha editorial da Marvel foi nossa maior inspiração.


- Reza a lenda que o blogueiro do Les Bad Gones tem contato com uma entidade mitológica, que residia nos arredores do velho Gerland...


- Siga o blogueiro Alexandre Kazuo no Twitter @Immortal_Kazuo


ATENÇÃO: quer ganhar uma camisa oficial do Lyon?


A Projeto Atleta, empresa que presta assessoria de imprensa para desportistas de diversas modalidades, está sorteando uma camisa oficial do Lyon, temporada 2011/2012 (Adidas, tamanho G), importada da França. A promoção é válida apenas para o Instagram da Projeto Atleta @projeto.atleta


Projeto Atleta
Projeto Atleta

Quer ganhar uma camisa oficial do Lyon? Confira a página da Projeto Atleta no Instagram e participe!


Para participar 1) siga a pagina da Projeto Atleta no Instagram, 2) curta a foto da promoção, 3) marque mais 2 pessoas (podem ser marcadas mais pessoas, mas o participante tem o nome computado apenas 1 vez). O resultado será divulgado no dia 20/4, data da partida de volta entre Lyon x Besiktas pela Europa League.