Liverpool: a mesma montanha-russa de sempre

A estreia do Liverpool na fase de grupos da Champions League teve um gosto amargo. Empate contra o Sevilla, em Anfield. Amargo porque tínhamos saído atrás logo no começo e viramos rapidamente com Firmino e Salah. O brasileiro ainda teve a chance de fazer 3x1 ao carimbar caprichosamente a trave esquerda do goleiro espanhol em um pênalti sofrido por Mané. Moreno, Mane e Wij ainda poderiam ter feito o 3º gol e matado o jogo. Mas não fizemos. E nossa defesa entregou a paçoca outra vez.


Não adianta nosso ataque massacrar e amassar adversários, sendo que nossa defesa falha bisonhamente todo jogo. Lovren mais uma vez teve uma atuação deprimente. Matip (deve ser a convivência com o croata) deu umas pixotadas inacreditáveis também. Se na frente somos um Leão raivoso, na defesa somos um gatinho inofensivo. Após tomarmos o 1º gol, numa falha patética de Lovren, mostramos toda nossa desenvoltura: muita velocidade, muita troca de passes, Mané, Salah e Firmino numa sintonia fina. O empate, a virada e golpe de misericórdia eram questão de tempo. Faltou o último quesito apenas.


Getty Images
Getty Images


Depois, numa falha, agora coletiva da defesa, tomamos o gol de empate. Klopp tentou colocar Coutinho (que foi aplaudido ao entrar em campo, mas parecia fora de ritmo), Stu e Ox. Mas a volúpia mostrada anteriormente foi substituída pelo nervosismo e a pressa em chegar ao gol da vitória.


Agora saímos em duas partidas: Rússia com Spartak daqui há 2 semanas, e Eslovênia com Maribor, já no início de outubro. “Supostamente”, nosso adversário desse grupo é o Sevilla. E, “supostamente – parte 2”, jogar fora tendo como arma o contra golpe mais rápido da Europa (eu ainda acredito nisso) é o melhor dos mundos. Então, chances boas de voltarmos de nossa tour europeia com o bolso cheio de pontos.


Vamos precisar deles para evitar uma tragédia que seria ficar de fora do mata-mata e cair pateticamente na fase de grupos.


A montanha-russa de emoções que é o Liverpool e sua habilidade em fazer seus torcedores sofrerem...


#YNWA