Como o Liverpool vai se portar na janela de transferências?

Começou no finalzinho da janela passada, com a negociação envolvendo Paul Pogba entre Juventus e Manchester United. Valores estratosféricos, astronômicos, cerca de 105 milhões de euros. O mundo do futebol ficou surpreso com o tamanho do valor envolvido. Mas vai ficar ainda mais embasbacado ao saber que aquilo não foi esporádico, e sim uma tendência. Uma perigosa tendência para as próximas negociações.


Bernardo Silva, destaque do surpreendente Monaco, foi para o outro lado de Manchester, o azul, por 50 milhões de Euros. Caras, o portuga é um bom jogador, mas é muita grana, não? Nesse fim de semana, explodiu a notícia – na verdade, se confirmou o rumor – que o mesmo City está pagando quase 52 milhões de Euros por Ederson, do Benfica, o que o tornaria o goleiro mais caro da história. Gente, é o Ederson, e não o Neuer.


Daí você fala: o problema é a cidade de Manchester, com os dois times milionários da cidade tentando disputar o posto de maior da cidade. Mas aí você ouve que o zagueiro lesionado do Southamptom, Van Dijk, interessa a muitos grandes da Inglaterra, nosso Liverpool incluído, por não menos que 57 milhões de Euros. Também não é o Beckembauer. Segundo os rumores, o Liverpool estaria fortemente linkado ao meia Naby Keita, do RB Leipzig - mais 50 milhões. Por fim, Klopp também estaria de olho em Benjamim Mendy, também do Monaco, lateral esquerdo (graças a Deus!). Valores? Para entrar na corrida e sentar na mesa de negociação, 45 milhões de Euros. 


Daí você insiste e fala: é a Inglaterra querendo voltar a tempos gloriosos na Europa. Você sabe quanto o Barcelona gastou no português meia-bocaça Andre Gomes na janela passada? Quase 65 milhões de Euros! E agora, ouvi falar, estão querendo pechinchar 90 milhões por Coutinho. Nesse cenário louco, o mágico vale 150 milhões tranquilamente.


Getty Images
Getty Images

SHOWtinho: Se sair, deveria ser para bater o recorde de transferências de Pogba, com uma perna só...


Também nesse cenário louco, a ideia inicial de termos 150 a 200 milhões de Euros para gastar na janela não parece ser das melhores, já que com três, quatro jogadores já gastaríamos toda a quantia. Sei que são outros tempos, mas Coutinho custou menos que 13 milhões de Euros, vindo da Inter. Stu veio do Chelsea por 14 milhões de Euros. Firmino, já sob o mercado inflacionado, veio já por suntuosos 41 milhões de Euros. Mas é um jogador de frente, decisivo. Não um lateral, como o menino do Monaco.


E se quisermos um World Class, sonho de todo torcedor Red? Teríamos que pegar todo o budget e torrar num cara só? E continuar sem um lateral esquerdo? Sem um zagueiro para disputar posição com Lovren? Sem um backup de Coutinho?


Essa janela promete. Pegue sua pipoca. O Show do Milhão vai começar!


#YNWA


Acompanhe passo-a-passo a já histórica janela de transferência no Liverpool FC Brasil! Ficaremos muito felizes em noticiar a compra de um World Class e ter sua curtida!!!