Liverpool: o campeão voltou?

Quem me conhece, sabe que sou um pessimista incorrigível. Que, se eu torcer pro Batman, quem ganha é o Coringa. Acredito que, se alguma coisa pode dar errado, ela vai dar, solenemente. Então por que diabos fiquei ligeiramente entusiasmado com a vitória frente ao Everton em Anfield, no último final de semana?


Eu conheço todas as variáveis. Como torcedor do Liverpool, sei que jogos grandes são nossa especialidade. Que crescemos demais em clássicos. Que é um outro time jogando partidas de grande importância. Mas contra o Everton foi diferente. Diferente da vitória contra o Tottenham – quando achamos 2 gols em poucos minutos e ganhamos o jogo. Diferente do empate contra o City e contra o Chelsea, em que fizemos um jogo seguro na defesa – e essa na verdade foi nossa prioridade nessas duas partidas. Mas contra o Everton, jogamos como um gigante que somos. O que me encheu de esperanças.


Claro que o Everton não é o City. Aliás, o City foi atropelado por esse mesmo Everton, há algumas semanas. O Everton não tem a postura vencedora do Chelsea. Mas era um dos melhores times do torneio olhando para as últimas rodadas. E não é que a camisa azul da Cidade dos Beatles foi engolida pelos vermelhos? Não sofremos 1 minuto sequer do jogo. Nem um susto. Mesmo quando tomamos o gol, num bola rebatida dentro de nossa área, eu não temi pelo pior. Sim, recebemos uma ajuda monstruosa de Coutinho, que desfilou magia no campo. Mas o time todo, no geral, foi bem. E o mais importante: havia uma confiança palpável em Anfield no sábado pela manhã. Quase material.


Getty Images
Getty Images

Quando SHOWtinho cortar para a direita, Everton, comece a rezar!


Assim, com essa confiança, com essa vibe positiva que eu vi, a vaga na UCL é uma realidade. Claro que ajudas extras de SHOWtinho virão bem a calhar. Até Klopp em entrevista elogiou o nível de confiança dos brasileiros que voltaram da seleção, agradecendo a Tite por ter devolvido um Coutinho e um Firmino ainda melhores! Mas estamos com 59 pontos. E, fazendo continhas com a calculadora, mais 16 pontos e chegamos a 75 - o que seria colocar um pé no Torneio do hino mais bonito de todos. E, se quer saber, 16 pontos em 8 jogos é algo bastante factível. Se lembrar que são jogos pequenos, então, melhor ainda. Dei uma olhada na tabela do United. E não acho que conseguem fazer mais de 20 pontos nos 10 jogos que os Red Devils ainda têm para disputar. Com esses 20, chegam a 73.


Sei que todo esse texto pode deixar de fazer qualquer sentido em caso de tropeço contra o Bournemouth no meio de semana, em casa.


Mas algo me diz que voltamos aos trilhos.


É cliché, claro. Mas algo me diz que o Campeão voltou!


#YNWA #OCampeãoVoltou 


Curta Liverpool FC Brasil para saber tudo sobre o Maior da Inglaterra!