Imprecisão impede mais uma vitória do Liverpool

Ontem, o Liverpool foi ao noroeste da Inglaterra encarar o Manchester City, adversário direto na briga por vaga na próxima Champions League, e empatou em 1-1, na grande partida da 29ª rodada da Premier League.


Jogar no Etihad Stadium nunca é fácil e este encontro provou mais uma vez essa teoria. Mesmo com todo o favoritismo o nosso lado, vide o nosso ótimo retrospecto contra os times do top 7, vimos um jogo muito equilibrado e cheio de emoções.


Começaremos falando de Philippe Coutinho, que mais uma vez deixou a desejar e pouco contribuiu. Desde que voltou de lesão, o desempenho do brasileiro caiu consideravelmente e ele só não merece um tempo no banco porque as opções na reserva são sofríveis.


Alguns haters insistem em dizer que, com o interesse do Barcelona e após a renovação de contrato, o jogador está cavando uma transferência, mas eu me recurso a acreditar.


Coutinho ontem perdeu uma chance que ele não costuma perder, daquelas com corte para o meio e chute no ângulo. Sim, há dois meses, ele não errava um chute...


Getty Images
Getty Images

Coutinho foi subustituído mais uma vez, para a entrada do horrível Origi


Foram exatos 98 minutos de bola rolando e durante todo o jogo o Liverpool demonstrou uma solidez incrível, tanto defensiva quanto ofensiva. Chances claras eram criadas a todo o momento e, apesar das oportunidades cedidas, a nossa defesa foi consideravelmente bem.


Desde sempre o Liverpool foi um time problemático quando se trata de matar as partidas ou em sofrer menos, ontem não foi diferente. Houve momentos em que o time sufocava completamente o City e não conseguia transformar as chances criadas em gol.


Não é de hoje que esse problema existe, um time com um ataque super badalado não pode finalizar 13 vezes e marcar apenas um gol.


Apesar de Mané e Coutinho desperdiçarem algumas oportunidades, Lallana e Firmino foram os grandes destaques negativos nas finalizações. Displicência definiram esses dois jogadores no jogo de hoje.



No meio campo, Wijnaldum foi o grande destaque juntamente com Emre Can. Os dois dominaram e ditaram o ritmo da partida, calando a mim e ao restante dos críticos.


Semana que vem a maldita data FIFA vem aí e torceremos para que nenhum jogador se lesione, porque 1º de abril será dia de Merseyside Derby em Anfield Road.


OBS: VAI TER CRÍTICA, SIM!


#YNWA #WEARELIVERPOOL #REDORDEAD


Curta a nossa fanpage Liverpool FC Brasil