Limpezas, decepções e necessidades: o mercado da Inter

Getty Images
Getty Images

Sabatini, Ausilio e Suning: a tríade não evitou mais um verão problemático para a Inter


E chegamos no final de mais uma janela de transferências. Como não poderia deixar de ser, foi um verão bastante intenso e turbulento na Inter. Apesar das promessas vazias da Suning, as declarações e decisões infelizes de Piero Ausilio e Walter Sabatini, podemos dizer que o clube saiu por cima. A melhor contratação acabou sendo, na verdade, a permanência de Ivan Perisic, enquanto a chegada de Luciano Spalletti foi outra grande decisão.


De forma geral, todos os contratados tiveram o aval do treinador e têm identificação com seu plano de jogo, algo muito raro no clube. Foram contratações inteligentes, que supriram necessidades do elenco e ainda jovens, exceção feita a Borja Valero e Padelli. Se Dalbert e Karamoh vieram da França sob indicação de Sabatini, Ausilio buscou os “nacionais” Vecino, Skriniar, Valero e Padelli. Já Cancelo era um objetivo antigo do diretor esportivo.


Em contrapartida, não chegou o “top player” que a Suning tanto prometeu, a exemplo dos especulados - e procurados por Sabatini - Rajda Nainggolan e Arturo Vidal, assim como perderam duas oportunidades de contratar o grande objetivo para o ataque, Patrik Schick, perdendo mais um jogador para a Roma, e Ranocchia será o principal zagueiro reserva. O pior de tudo, porém, foram as vendas. Não pelas saídas, todas esperadas, mas pelos valores, arrecadando pouco mais de 60 milhões de euros com mais de 15 transferências - mais detalhes aqui.


Divulgação/Internazionale
Divulgação/Internazionale

Garoto esperto


De qualquer forma, o clube não teve perda da capital (minusvalenza) em nenhuma venda, garantindo também algumas saídas para equilibrar as contas no futuro. Diante da postura austera da Suning em agosto e a precaução com o Fair Play Financeiro, a direção trabalhou bastante para reduzir a folha salarial, mesmo mantendo um padrão alto para os novos contratados e com renovações planejadas para os próximos meses. Foram quase 10 milhões de euros de salários brutos poupados - o Calcio & Finanza fez um resumo espetacular (em italiano).


Falta esclarecer algumas saídas, como a dos jovens Baldini (Ascoli), Della Giovanna (Spal), De Micheli (Renate), Donkor (Cesena), Ogunseye (Olbia), Sciacca (Alessandria) e Yao (Lugano), que não tiveram valores reportados pela imprensa. Então, resta esperar o próximo balanço para ter ideia de quanto mais o clube faturou. Destaque para o número de emprestados: considerando apenas jogadores com mais de 17 anos (acredite, tem mais, muito mais), foram 37 ao todo.


Dessa forma, Spalletti ficou com um grupo de 23 jogadores, sendo três goleiros. São nove defensores, seis meio-campistas e cinco atacantes, portanto, um elenco bastante reduzido, mesmo para uma temporada em que se jogará no máximo 43 partidas. Abaixo, um panorama da situação do grupo em relação a lista de jogadores inscritos na Serie A e o encaixe de cada um na formação tendo como base o 4-2-3-1.



Lista de jogadores inscritos na Serie A
Geral (limite de 17 jogadores): Handanovic, Padelli, Cancelo, Ranocchia, Miranda, Dalbert, Skriniar, Nagatomo, João Mário, Vecino, Borja Valero, Brozovic, Éder e Perisic (14)
Jogadores formados na Itália (4): D’Ambrosio, Gagliardini, Candreva e Icardi (4)
Jogadores formados na Inter (4): Santon (1; sobraram seis vagas, então não há necessidade de completar)
Sub-21: Vanheusden, Karamoh e Pinamonti (não há limite para inscritos)
Extra: Berni (terceiro goleiro não conta)


Time titular da Inter (4-2-3-1)
Goleiro: Handanovic (Padelli e Berni)
Lateral-direito: D’Ambrosio (Cancelo, Nagatomo e Santon)
Zagueiros: Skriniar e Miranda (Ranocchia, D’Ambrosio e Vanheusden)
Lateral-esquerdo: Dalbert (Nagatomo e Santon)
Volantes: Gagliardini e Vecino (Borja Valero e Brozovic)
Ponta-direito: Candreva (Karamoh, Cancelo e Brozovic)
Meia-atacante: Borja Valero (João Mário, Brozovic e Éder)
Ponta-esquerdo: Perisic (Éder, Karamoh e João Mário)
Centroavante: Icardi (Éder, Pinamonti e Karamoh)



Nota final do mercado: 6.


Ah, sim, Ranocchia e Nagatomo seguem firmes e fortes na Pinetina.


Getty Images
Getty Images

O imortal Yuto Nagatomo