Internacional, o Clube do Povo e de todos os torcedores

Divulgação SC Internacional
Divulgação SC Internacional

Com a nova associação popular, o Inter retoma um movimento de retorno às suas origens


A tão esperada semana de treinos pedida por Guto Ferreira tinha tudo para ser a grande notícia do Inter nessa semana. Mas, ao mesmo tempo em que se afastava das cobranças do torcedor ao fazer uma espécie de retiro em Viamão, cidade vizinha de Porto Alegre, o Internacional fazia um importante movimento de regresso às suas origens ao aprovar, no seu Conselho Deliberativo, uma nova categoria de associação popular.


Internacional.com.br | Inter oferecerá modalidade de associação popular


Ainda sem nome definido, a nova categoria visa os torcedores de baixa renda, que ficaram afastados dos novos estádios com a sua elitização. Não apenas no novo Beira-Rio, reformado para receber a Copa do Mundo, mas em todos os estádios que foram elevados à condição de "arenas" sem oferecer NADA além do que já ofereciam antes: partidas de futebol muitas vezes sofrível e com jogadores de qualidade duvidosa.


Essa elitização fez crescer o número de torcedores "clientes", como chamo aqueles cujo primeiro argumento quase sempre é "eu pago minha mensalidade, eu posso reclamar", como se o fato de poder pagar um valor alto de mensalidade lhe desse uma condição superior. Ao mesmo tempo, o torcedor de baixa renda, frequentador da velha CORÉIA, viu seu espaço ser reduzido a zero: hoje, no Beira-Rio, não há nenhum espaço destinado a eles. E é esse absurdo que a nova categoria de associação quer tentar corrigir.


Digo tentar porque, bem ou mal, a medida adotada pelo clube OBRIGA o torcedor a se associar. A um custo baixo, é verdade, apenas R$ 10. Em compensação, o ingresso para o jogo custará os mesmos R$ 10, um valor bem abaixo do praticado atualmente. Inicialmente, serão oferecidas duas mil novas associações, com as quais o Colorado pretende arrecadar cerca de R$ 1 milhão anuais.


Apesar de algumas ressalvas – como, por exemplo, esse torcedor poder comprar seu ingresso somente DEPOIS que os sócios das modalidades atuais (Colorado, Campeão do Mundo e Nada Vai Nos Separar) comprarem os seus –, é uma medida pioneira e merecedora de elogios e aplausos. O novo Beira-Rio encheu o torcedor de orgulho, mas é inegável que acabou por excluir uma parcela significativa de colorados, que finalmente veem o clube voltar novamente a sua atenção para eles.


Ainda não é o ideal, mas é um primeiro passo para que o Inter, após um período de inexplicável arrogância que culminou no rebaixamento, volte às suas origens. Por tudo que conquistou, o clube nunca deixará de ser Campeão de Tudo. Mas, para se reencontrar com sua história, é preciso voltar a ser o CLUBE DO POVO DO RIO GRANDE DO SUL. E não há melhor caminho para isso que abrir as portas do Beira-Rio para todos os torcedores.


TODOS.


Divulgação SC Internacional
Divulgação SC Internacional

O Beira-Rio deve ser a casa de TODOS os colorados, e não de apenas alguns privilegiados


ESPN.com.br | Internacional lança plano de 'Sócio Popular'


#VamoInter
#NadaVaiNosSeparar
#ClubeDoPovo