Guto Ferreira, Levir Culpi ou Marcelo Oliveira: quem será o novo técnico do Inter?

Donaldo Hadlich/FramePhoto/Gazeta Press
Donaldo Hadlich/FramePhoto/Gazeta Press

Zago não resistiu à primeira derrota na Série B e foi demitido nesse domingo


A perda do Gauchão para o Novo Hamburgo, assim como a classificação em 7º (entre oito clubes) para a fase final da competição, foram ignoradas. Mas a atuação pífia (© MauroCezar Pereira) e a primeira derrota na Série B não, e significaram o capítulo final da breve história de Antonio Carlos Zago no comando do Inter. Foram cinco meses de muitos testes que pouco (ou nada) renderam na prática. Mais de 40 jogadores dispensados e cerca de 20 contratados sem que fossem definidos 11 titulares ou mesmo uma forma de o time atuar. Zago deixa o clube sem deixar saudade, assim como Argel, Roth e os demais que passaram pelo clube após DIEGO AGUIRRE ser mandado embora de forma inexplicável.


Os substitutos já estão sendo especulados, e Guto Ferreira, Levir Culpi e Marcelo Oliveira são os nomes mais comentados na aldeia. Quem será o novo técnico do Inter? Façam suas apostas!


Gazeta Press
Gazeta Press

No Bahia desde o ano passado, Gato Ferreira acabou de conquistar a Copa do Nordeste


GUTO FERREIRA, O GORDIOLA


"Na minha opinião, é um dos melhores técnicos do Brasil. Fez a Ponte jogar o melhor futebol que eu já vi." Assim o André Sales, blogueiro do #MacacaNaESPN, se refere ao Guto Ferreira. Exagero? Pode ser, mas não me surpreende, pois ele é tido como bom treinador não apenas pela torcida dos clubes que dirigiu, como, também, pela imprensa especializada. Atualmente, Guto Ferreira faz um belo trabalho no Bahia, onde recém conquistou a Copa do Nordeste. Mas também realizou trabalhos consistentes na Chapecoense e na citada Ponte Preta.


Antes de iniciar sua carreira como treinador, Guto Ferreira ficou cerca de 10 anos no Inter: de 97 a 2002 como treinador da base, e de 2007 a 2010 como assistente. Saiu no ano seguinte e poderá voltar com um desafio gigantesco pela frente: fazer o Colorado subir pra Série A. Conta a seu favor, além do conhecimento tático, "conhecer a aldeia" (como dizemos por aqui). Estaria voltando para casa e poderia entrar pra história do clube como o técnico que reconduziu o Inter à Primeira Divisão. Resta saber se o clube terá bala na agulha para bancar a sua recisão de contrato com o clube baiano e o alto salário, na casa de R$ 300 mil mensais.


Getty Images
Getty Images

Em 2006, Levar Culpi venceu a Série B no comando do Atlético-MG


LEVIR CULPI, O EXPERIENTE


Pra mim, o Levir Culpi é o Abel Braga do Galo: um treinador que passou por tudo quanto é clube no Brasil (pelo Inter, inclusive), fez carreira no exterior, mas acabou construindo uma história e uma ligação profunda com o Atlético-MG, assim como o Abelão construiu com o Internacional. Curiosamente, na mesma época: enquanto Abelão vivia o seu ápice com o Colorado, Levir assumia o Galo na Série B, vencendo a competição e trazendo o clube de volta à elite. Assim como Abel, em 2007 Levir deixou o Galo por uma proposta do exterior (no caso, do Japão) e por lá ficou até 2014, quando voltou ao clube mineiro para conquistar a Copa do Brasil, justamente contra o tradicional rival.


Dos três técnicos especulados com mais frequência pela imprensa, Levir Culpi é o mais experiente. Já viveu uma situação semelhante em Minas Gerais e passou por tudo quanto é desafio na sua longa carreira. Trazer o Colorado de volta à Série A seria apenas mais um, e isso poderia trazer uma certa tranquilidade para um grupo qualificado, mas carente de confiança.


Denilton Dias/Vipcomm
Denilton Dias/Vipcomm

Em 2013/14, Marcelo Oliveira foi bicampeão brasileiro com o Cruzeiro.


MARCELO OLIVEIRA, O MULTICAMPEÃO


Dos três, é o mais vitorioso, ao menos nos últimos cinco anos, período em que venceu duas vezes o Campeonato Brasileiro com o Cruzeiro, e uma vez a Copa do Brasil com o Palmeiras. Ainda assim, por conta do futebol apresentado nas passagens pelo mesmo Palmeiras e pelo Atlético-MG, é um nome bastante contestado por parte da imprensa que o vê como limitado, em comparação a outros técnicos mais estudiosos.


Pelo que tenho visto, a torcida colorada não compartilha desse sentimento, e vê em Marcelo Oliveira um técnico experiente e capaz de não apenas fazer um trabalho consistente como também de conquistar o título da Série B com o Colorado. Marcelo chamou a atenção ao levar o Coritiba em dois anos seguidos à final da Copa do Brasil, e atingiu o ápice da carreira com o bicampeonato brasileiro com o Cruzeiro. Em baixa, teria a oportunidade de voltar aos holofotes com o Internacional.


ESPN.com.br | Zago não resiste a mau início na Série B e é demitido do Internacional


Numa pesquisa informal que fiz entre meus seguidores no twitter, a disputa está parelha: Levir está um pouco à frente na preferência, com 34%, seguido de Guto, com 28%. Marcelo é o menos votado, com 23%, mas dá pra ver que nenhum é favorito entre os torcedores. Eu mesmo não sei indicar um preferido, acho que os três possuem qualidades que os fazem adequados ao cargo, assim como defeitos que podem prejudicar seu trabalho no Colorado.


A questão é que o torcedor pode ter dúvida, mas a diretoria não. Decidida pela mudança, cabe à direção de futebol do Inter contratar aquele profissional que melhor aproveite o potencial do elenco que terá em mãos. Marcelo Medeiros, presidente do clube, deve fazer um pronunciamento oficial já nesta segunda-feira. Espera-se que para anunciar o novo treinador que terá pela frente um desafio gigante: o Palmeiras, pela Copa do Brasil. Quem quer que seja o substituto de Antonio Carlos Zago, saiba desde já: não será uma tarefa fácil.


#VamoInter
#NadaVaiNosSeparar
#ClubeDoPovo