Inter 3x1 Cruzeiro – A redenção de Valdívia

Ricardo Duarte
Ricardo Duarte

Apesar dos gol de Brenner, Valdivia acabou sendo o personagem da partida


Edenílson entrou muito bem no time. Uendel voltou à melhor forma atuando no meio-campo. D’Alessandro comandou o time. Brenner, artilheiro, fez dois gols. Mas a noite acabou sendo de um jogador remanescente de 2016, marcado pelo rebaixamento e que sofre, diariamente, com os apupos do torcedor: VALDÍVIA entrou sob a desconfiança dos colorados, fez um golaço e deixou o gramado às lágrimas. Por tudo isso, acabou sendo o personagem da partida.


Nessa semana mesmo, parecia certa a sua saída do Beira-Rio. Num dia, era o Corinthians que o levaria, em troca de Giovanni Augusto. Noutro, era o Palmeiras que oferecia Rafael Marques, entre outros jogadores, para contar com o POKOPIKA. Enquanto, no centro do país, havia uma disputa pelo colorado, aqui muitos torcedores incentivavam (e até comemoravam) a negociação.


Explicar o que estava acontecendo, porém, ninguém conseguia. Valdivia queria sair do Inter por estar magoado com a torcida? Havia algum problema com o novo treinador? O Inter queria negociá-lo por faltar comprometimento? Por estar marcado pelo rebaixamento, assim como Paulão e Ernando, que permanecem no clube, ou Fernando Bob e Geferson, que já foram negociados? Em meio a tantos boatos, ficou difícil saber o que, exatamente, estava acontecendo para causar tais especulações.


Valdívia mostrou seu potencial em 2014, ainda com Abel, e apareceu para o resto do país com Aguirre, no ano seguinte. Após a saída do uruguaio, ainda fez uma ótima parceria com Vitinho no time de Argel. Mas uma lesão grave impediu seu crescimento e tirou-lhe a oportunidade de ganhar o ouro olímpico. De volta ao time, afundou junto com todo o elenco na campanha que resultou no rebaixamento colorado para a Série B. Para piorar, sua personalidade irreverente e seu comportamento alegre e expansivo causava ainda mais incômodo no torcedor que marcou, um por um, os jogadores que estavam no clube em 2016.


Mas após o gol (e o choro) na vitória sobre o Cruzeiro, tudo parece ter ficado pra trás. As lágrimas de Valdivia mostraram uma ligação com o clube que parecia perdida. Ao reclamar das vaias do torcedor, reafirmou a confiança na sua qualidade e mostrou que sentiu e continua sentindo o momento do clube. Mais ainda: mostrou que está A FIM de recuperar o seu espaço no Inter e o seu prestígio junto ao torcedor.


No atual contexto e diante do que vamos enfrentar nesta temporada, é uma ótima notícia.



ESPN.com.br | Inter derrota Cruzeiro-RS no 1º jogo das quartas do Gaúcho


#VamoInter
#NadaVaiNosSeparar
#ClubeDoPovo