Luan repete Pelé e o Grêmio é o Rei do Rio

1950 - Flamengo 1 x 3 Grêmio, o primeiro clube de fora do Rio de Janeiro a atuar e vencer no Maracanã.


1997 - Flamengo 2 x 2 Grêmio, na ocasião, o nosso tricampeonato da Copa do Brasil.


2017 - Flamengo 0 x 1 Grêmio, o primeiro clube a vencer na Ilha do Urubu.


Neste Campeonato Brasileiro...


Grêmio 2 x 0 Botafogo


Grêmio 2 x 0 Vasco


Fluminense 0 x 2 Grêmio


Flamengo 0 x 1 Grêmio


É o Grêmio que cala! O Rei do Rio e o Rei de Copas!


O gol do Grêmio diante do Flamengo nasceu de um lance de puro talento e esperteza do melhor jogador em atividade no futebol brasileiro e um dos melhores da América Latina. Luan se viu cercado por vários jogadores, passou pelo primeiro, tabelou com o adversário e viu-se frente a frente com a meta. Então concluiu de maneira certeira para garantir o triunfo do Imortal no Rio de Janeiro. Antes de Luan, o último gênio que tabelou de maneira consciente com o adversário foi Pelé. Luan repetiu o Rei!


O Corinthians segue dez pontos na frente do Grêmio, mas a equipe de Renato Portaluppi continua apresentando o melhor futebol do Brasil. O time de Carille está sendo beneficiado pela própria falta de competência. Não conseguiu se classificar para a Libertadores da América e foi eliminado na Copa do Brasil por um time de segunda divisão. Então só tem um foco na temporada. Já o Imortal disputa e vai muito bem nas três competições, com chances de conquistar os três títulos. Que fase mágica!


GazetaPress
GazetaPress

LUAN! LUAN! LUAN! LUAN! LUAN! LUAN! LUAN! LUAN! LUAN!


Como disse o mestre Renato Portaluppi, o Corinthians logo, logo vai começar a perder pontos. Óbvio que é muito complicado tirar a vantagem de um time que está muito bem ajustado, mas o foco do Grêmio deve ser sempre mirar o primeiro lugar. Se o líder bobear, vamos incomodar. Se não, garantimos no mínimo a vaga entre os três primeiros do Brasileirão. Neste meio tempo, na Copa do Brasil e na Libertadores da América, vamos com tudo, sonhando sempre com as glórias.


Diante do Corinthians e do Avaí, o Grêmio massacrou, criou chances para golear os dois adversários, mas acabou pecando nas finalizações e perdendo. O mais importante foi que, mesmo com esta pequena turbulência no caminho, o Tricolor seguiu atuando da mesma maneira, buscando sempre o toque de bola, colocar o adversário na roda e comandar sempre as ações das partidas.


No duelo diante do forte Flamengo, o Imortal enfrentou um ótimo time, que estava com o retrospecto de 100% em sua nova casa. Era natural que, com a qualidade que possui, com o apoio da torcida, o Flamengo pressionasse o Grêmio. Só que, mesmo nos momentos de maior sufoco, o Tricolor teve a frieza necessária e mostrou que é mais qualificado do que a equipe comandada pelo bom Zé Ricardo. Foi tenso, teve nuances de sofrimento, foi GRÊMIO! E viva Portaluppi! Nada Pode Ser Maior!