Para buscar sonhos maiores, Grêmio precisa expulsar as frustrações

Grêmio Oficial
Grêmio Oficial

Venho do Barrios da Azenha, Barrios do Monumental...


Em sua entrevista coletiva após a partida desta quinta feira, Renato Portaluppi revelou que sua decepção e tristeza com a recente eliminação no Campeonato Gaúcho não tinham acabado. O comandante afirmou que entende que este sentimento ainda encontre espaço entre os torcedores. O time é competitivo e o elenco possibilita alternativas de qualidade. Tínhamos totais condições de vencer o Estadual com autoridade. Fui para a Arena com o sentimento dúbio. Pronto para apoiar o Grêmio rumo aos três pontos na Libertadores, mas ainda magoado com a desclassificação diante do Novo Hamburgo. Imagino que esta também era a sensação entre os milhões de gremistas espalhados pelo mundo.


Dito isso, por mais que amargar mais um ano sem conquistar o Campeonato Gaúcho seja extremamente frustrante e ainda machuque, temos que voltar o nosso foco para o futuro, que promete grandes desafios em várias competições. Que os erros cometidos na semifinal do Estadual sirvam de lição para as decisões que virão pela frente. A bela goleada diante do Guarani do Paraguai foi uma ótima maneira de expulsar os demônios acordados com o fracasso no Gauchão. A transição finalmente se deu e agora, direção, elenco, comissão técnica e torcida, o Grêmio como um todo, estão prontos para sonhos maiores. O tri da Copa Libertadores da América é um exemplo.


O 4 a 1 sobre a equipe paraguaia mostrou que o Grêmio tem qualidade e elenco para ser extremamente competitivo. Maicon, lesionado, nem entrou em campo. Miller Bolaños sentiu logo no começo da partida e teve que ser substituído. Mesmo assim, o Tricolor comprovou que, quando está focado, possui uma enorme força. A ótima notícia esteve por conta de Lucas Barrios, autor de três gols. O paraguaio tem muita qualidade e, estando bem fisicamente, pode se destacar com o manto tricolor. O Hat-Trick do centroavante aumenta a sua confiança e o entrosamento com os companheiros.


O jovem Arthur vem consolidando um espetacular começo de carreira. Marcação, passe, lançamento, movimentação, inteligência ao rodar a bola, não quero me empolgar precipitadamente, mas trata-se de um volante completo. É preciso fazer a ressalva da fragilidade do adversário, mas, por alguns momentos, a dinâmica, a movimentação, a troca de passes, lembraram que, apesar de termos ficado mais incisivos com Renato Portaluppi, a essência do jogo deste grupo de jogadores, o toque de bola envolvente, não pode ser esquecido, já que é uma de nossas maiores cartas na manga, um fator importantíssimo que nos coloca em condições de pelear por títulos.


O Grêmio teve o controle total do jogo e consolidou a brilhante campanha que faz na Libertadores da América. São quatro jogos, três vitórias e um empate, mantendo a invencibilidade na competição. Por mais que seja sorteio nas oitavas, o aspecto de mandar o segundo jogo do mata-mata na Arena depende da campanha. Então é vital que se busque o máximo possível de pontos nesta fase de grupos. Luan passa por um momento ruim, mas é essencial para o time, que Renato descubra o que está acontecendo. O Gauchão foi traumático, sim, mas agora Inês é morta. Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil, vamos em busca de grandes títulos.