Título brasileiro do Grêmio? Só acredito vendo...

Os setes pontos de diferença que separam Corinthians e Grêmio parecem uma pequena distância entre os dois clubes, mas, pelo histórico do Brasileirão deste ano, o Grêmio só rouba o título dos corintianos por um grande acidente de percurso.

Numa análise recente, descobriu-se que o time titular do Grêmio tem um aproveitamento maior que a equipe do Corinthians. Os paulistas têm cerca de 75% de aproveitamento, enquanto o time principal gremista atingiu 78%. O problema destas análises é que, por mais que elas digam algo e passem uma mensagem do que é a verdadeira face dos dois times, isso não funciona na prática.

Isso porque não se divide o Grêmio principal dos times desfigurados que trouxeram derrotas para os números do clube. O Grêmio é o Grêmio, quer seja reserva ou principal. E a rodada de número 1 e a de número 38 têm o mesmo valor: 3 pontos. O que passou não se busca mais, apenas se lamenta. E nas muitas lamentações que o Grêmio traz consigo neste Brasileirão de 2017, são os fatores que falam mais alto do que uma análise de aproveitamento tendenciosa.

Em jogos com o time titular, contra o próprio Corinthians e o Avaí, ambos na Arena, o Grêmio pecou em fundamentos básicos, que fizeram com que estas duas derrotas criassem um abismo de diferença do Tricolor para o líder Corinthians. Mas mais que esta lamentação por desperdiçar oportunidades únicas, a prática mostra que o Grêmio pode até diminuir vez ou outra a diferença de pontos, mas que, vez ou outra também, por razões das mais diversas, o Corinthians voltará a aumentar essa diferença. Como aconteceu há pouco tempo, com os paulistas abrindo 10 pontos e depois deixando o Grêmio diminuir para 7.


Grêmio Oficial
Grêmio Oficial


Para pensar em ver um Grêmio campeão brasileiro, só um grande acidente de percurso da equipe corintiana e uma campanha irretocavelmente perfeita do Grêmio. O que, se pensarmos bem, seria pouco provável. É verdade que o aproveitamento do Corinthians caiu nas últimas rodadas, com tropeços em casa, mas é improvável que o time siga emplacando derrotas em sequencia ao longo dos jogos.

Tão improvável quanto o Grêmio, pensando na Libertadores, consiga se focar completamente para fazer uma campanha perfeita. Há o confronto direto, sim, mas ele é tão importante quanto qualquer outra das dezenas de partidas que vêm pela frente. De nada adianta vencer o Corinthians fora de casa e tropeçar em casa para equipes menos qualificadas.

A verdade verdadeira é que o campeonato do Grêmio em 2017, pelo menos por enquanto, é a Libertadores da América, onde não há nenhuma aventura dependendo de terceiros para que o Grêmio seja campeão. Sobre a possibilidade de o Grêmio ser campeão brasileiro, se poupar jogadores, a missão complicada torna-se impossível. Até dezembro, sem pessimismo, apenas realismo: só acredito vendo.