Grêmio trocou uma goleada ilusória por uma lição

Grêmio Oficial
Grêmio Oficial

Miller Bolaños, Luan e Leo Moura comemoram o terceiro gol do Grêmio com uma 'sarrada no ar'


De uma atuação impecável, brutal, para uma sequência preocupante de sucessivas falhas, a vitória do Grêmio sobre o Deportes Iquique na Libertadores da América não poderia ser mais perfeita para a evolução da equipe. O 3 a 2 foi melhor que o 3 a 0.

Como no último sábado, contra o Veranópolis, no Campeonato Gaúcho, logo nos primeiros instantes o Grêmio se impôs em campo, mostrando imensa superioridade. Fez o primeiro aos 15 minutos, com Luan. O segundo, também com Luan, saiu aos 23. Três minutos depois, Pedro Rocha perde um gol sozinho com o goleiro. Quinze segundo depois, o mesmo Pedro Rocha sofre pênalti, convertido por Miller Bolaños. Aos 42, Pedro Rocha desperdiça novamente uma chance clara.


Grêmio Oficial
Grêmio Oficial

Luan, o craque do jogo e o jogador mais valioso do futebol brasileiro


O Deportes Iquique não conseguia respirar. Só dava Grêmio, avassalador. O primeiro tempo poderia ter acabado claramente com um sonoro 5 a 0, ou mais. Então veio a segunda etapa e o ritmo desacelerou um pouco. Aos 11, sai Leo Moura para a entrada de Michel, e o Grêmio muda sua postura, trazendo mais os chilenos para o ataque.

Aos 15, num escanteio, Michel falha na marcação e o Iquique diminui com um gol de cabeça. Aos 22, em um contra-ataque organizado, os chilenos fazem o segundo e começam um princípio de pressão. O Grêmio aguenta, naturalmente, e a vitória se concretiza em um 3 a 2 que não reflete o que realmente foi a partida.


Grêmio Oficial
Grêmio Oficial

Hoje, o veterano Leo Moura é titular absoluto no meio campo do Grêmio


Após o jogo, Renato afirma que o recado já havia sido dado aos atletas e que apagões como aquele não poderiam mais acontecer. O Grêmio poderia ter goleado, de 5 a 0 pra cima, mas trocou um resultado elástico por uma lição. Falhou no jogo que deveria falhar, no momento que poderia falhar, para que nas decisões isso não se repita. O 3 a 2 foi o resultado perfeito, muito melhor que uma ilusória goleada.