9 verdades e uma mentira sobre o Campeonato Brasileiro de 1987

1. Futebol se ganha em campo. O Flamengo foi campeão, em campo, do título que considera. O Sport também.


2. A CBF estava em crise, na época. Sem dinheiro e patrocínio, a entidade se declarou incapaz de realizar um Campeonato Nacional com modelo parecido ao do Brasileiro de 1986.


3. Como reação, os 13 principais clubes do Brasil formaram o “Clube Dos 13” e decidiram eles mesmos organizar o que seria equivalente ao Brasileiro: a chamada “Copa União”. Carlos Miguel Aidar era o presidente do Clube dos 13. Eurico Miranda – é claro – o vice.


4. O Flamengo foi legítimo campeão da Copa União, torneio que reunia todos os chamados “gigantes” do futebol brasileiro, mais os campeões de Pernambuco, Paraná e Goiás naquele ano. O campeonato quebrou marcas de patrocínio, renda e televisão, e foi considerado pela imensa maioria do país o “Campeonato Brasileiro de 1987”.


5. Em resposta ao Clube Dos 13, a CBF organizou seu próprio torneio, com outros 16 times, dando a ele o nome de “Módulo Amarelo”. Passando, assim, a chamar a Copa União de “Módulo Verde”.


6. O Sport conquistou o “Módulo Amarelo”. Campeonato teoricamente mais fraco, mas que contava com o vice-campeão e um semifinalista do Brasileiro de 1986: Guarani e America-RJ, respectivamente.


7. A CBF estabeleceu um quadrangular entre campeão e vice da Copa União (Módulo Verde) e do Módulo Amarelo para definir o campeão brasileiro de 1987. O Clube dos 13 não acataria, mas teve a infelicidade de mandar Eurico Miranda à reunião com a CBF. O vascaíno “euricou”, assinando documento que concordava com o quadrangular.


8. Honrando a palavra, Flamengo e Internacional se recusaram a participar do quadrangular, não mandando os times a campo. Sport e Guarani, que não tinham nada a ver com isso, jogaram. E o Leão levou a melhor sobre o Bugre nos dois confrontos que definiram o “campeão brasileiro de 1987” para a CBF.


9. O Vasco é o vice-campeão brasileiro de 1987.


10. Quase 30 anos depois, em 2 julgamentos, o STF considerou o Sport como o único campeão brasileiro de 1987. Nada mudou. Rubro-negros ainda se consideram campeões, a galera do Sport também. Torcedores de outros clubes seguem zoando, fazendo piadas, de acordo com as próprias rivalidades.


Quem diria. A mentira é o Vasco ser vice-campeão!


De resto, é isso. O Flamengo é imenso. Não será maior nem menor se o Sport, a CBF, a FIFA ou a Justiça Brasileira disser que não é campeão brasileiro de 1987. Não precisamos disso. A cada decisão pró-Sport que sai, rubro-negros começam a argumentar, falar de qual era a sensação em 87, de como o futebol brasileiro estava na época... Chega, não é necessário!


O STF negou o recurso? Ponto final, não precisa trabalhar em um novo. Somos Flamengo, escrevemos nossas páginas em campo, na água, nas quadras e arquibancadas. Nem toda história precisa ter uma verdade só. O Sport tem a deles, nós temos a nossa. Uma verdade linda, que fez o país parar para ver o gol de Bebeto. Um timaço campeão! Dos 11 titulares, 10 defenderam a seleção brasileira.


Hexa ou penta, o Flamengo é Flamengo. Isso basta.


Mas, se ainda assim você estiver atrás de outras verdades, aqui vai uma, absoluta: Copa União? Só o Flamengo tem.


Divulgação/Flamengo
Divulgação/Flamengo