Figueirense 0 x 2 Chapecoense: Alvinegro mentiu por 80 minutos

Figueirense FC
Figueirense FC


No dia da mentira, 1º de abril, o torcedor que acompanhava Figueirense x Chapecoense se surpreendeu com o desempenho do alvinegro. Não era aquela maravilha, mas estava muito acima dos jogos anteriores.


Zaga segura com o retorno de Marquinhos, Dudu forte na lateral-direita, Marlon sem comprometer na lateral-esquerda e as chances sendo ofertadas a Bill. Era um pouquinho daquele nosso Figueirense diante do melhor time do estado.


Até os 35 minutos do 2º tempo, o alvinegro era mais time e criou três ou quatro oportunidades claras, duas desperdiçadas de forma inacreditável por Bill. O camisa 9 perdeu gols que até minha avó com 85 anos faria.


Por algum tempo, o torcedor acreditou na vitória, mas, ao tomar um gol aos 34 do 2º tempo, o encanto sumiu. Em seguida, teve um pênalti contra (defendido pelo bom goleiro Luiz Carlos) e levou o segundo numa pintura de Luiz Antônio.


Foram 80 minutos bons de um time cujo repertório é diminuto e o nível dos jogadores, fraquíssimo. Ontem, o técnico Márcio Goiano tentou mudar o time colocando Índio, Gustavo Esteves e João Pedro. Do outro lado, Vagner Mancini usou Túlio de Melo, Osman e João Pedro. A diferença era gigantesca, mas por pouco o dia da mentira não pregou uma peça no Scarpelli.