Chega! Mano Menezes precisa ser demitido do Cruzeiro

Sou daqueles torcedores pacientes, otimistas. Entretanto, confesso: não existe possibilidade de darmos certo com Mano Menezes no comando. É o cúmulo da teimosia e arrogância. A partida contra o Bahia foi o que faltava para que a paciência com o treinador acabasse.


Vamos ao cenário da derrota: Manoel lesionado, Dedé poupado para fortalecimento do joelho, Caicedo na seleção equatoriana. Léo, Murilo e um jovem recém promovido do sub-20 são as opções na zaga. O que você faria sendo o treinador? Garanto que mais de 90% dos cruzeirenses que possuem 15% ou mais do cérebro em funcionamento falariam na hora que a escolha óbvia é a de Léo e Murilo. Correto? Não para MAGO MENEZES.


O arrogante treinador e seu Curso UEFA Master Pro intergaláctico 4.0 optaram por Henrique. Já nos primeiros minutos, bola nas costas do mesmo, falta (questionável) e expulsão. O jogo que já teria contornos dramáticos fica pior, sabe o motivo? Isso mesmo, o grandíssimo Mano Menezes NÃO COLOCOU outro zagueiro em campo pelos 20 minutos seguintes. Ariel Cabral foi designado para a função. O resultado? Falhou no lance do gol que abriu o placar para o Bahia.


Não dá mais, a torcida não aguenta ver um futebol tão medíocre no Cruzeiro. Se existe alguma chance de o ano ser salvo, ela passa pela demissão de Mano Menezes o quanto antes.


Resultados mentirosos me enganaram, é bem verdade. Invencibilidade no estadual, vitórias contra fracos Chapecoense e São Paulo na Copa do Brasil e alguns clássicos vencidos no sufoco. Não mais.


O prejuízo tardou mas chegou. Eliminação na Sul-Americana, derrota na final do Estadual e um péssimo rendimento no começo do Campeonato Brasileiro. Chegou a hora de recomeçar, que seja enquanto Dorival e Marcelo Oliveira ainda estejam no mercado.


Fora Mano Menezes!


Este texto foi escrito no intervalo da partida contra o Bahia, finalizado aos nove minutos do 2º tempo. Caso ocorra um milagre e o Cruzeiro empate ou vire a partida, mantenho a minha opinião. Inclusive a chance de levarmos mais alguns gols parece maior.