Cruzeiro melhora 99%, mas aquele 1%...

Maurício Farias/Cruzeiro
Maurício Farias/Cruzeiro

Sassá foi herói e vilão na partida contra o Flamengo no Mineirão


Cruzeiro e Flamengo é um jogo de gigantes. Em campo: 1 Mundial, 3 Libertadores, 2 Supercopas, 1 Mercosul, quase 2 dezenas de títulos nacionais e 0 rebaixamento. Times que têm as maiores torcidas nos seus estados e que sempre brigam no lado de cima da prateleira nos campeonatos que disputam. Na partida deste domingo de sol no Mineirão, tivemos um bom jogo, e não uma excepcional partida como muitos torcedores comentaram nas redes sociais.


ESPN.COM.BR | Com 'sarrada' de Sassá, Cruzeiro busca empate no Mineirão e afasta Flamengo da vice-liderança



É indiscutível a melhora do time do Mano Menezes depois de tomar nove gols em três jogos no Brasileirão e depois da cobrança da torcida. Mas também não foi assim da água para o vinho. Podemos dizer que voltamos à água.


Para essa partida contra o Flamengo penso que o Cruzeiro enfrentou um dos melhores elencos do Brasil, mas que está sendo montado, mais uma vez, durante uma competição, e que também estávamos sem volantes de marcação.


ESPN.COM.BR | Falta no gol do Flamengo? Para Sálvio, lance foi legal



Lucas Silva e Cabral melhoram a qualidade do passe no meio de campo, mas, em contrapartida, perdemos na marcação e no combate. Além disso, como torcedor, penso como o meu amigo Mateus Rabelo: em casa sempre quero a vitória do Cruzeiro, independente do adversário e do momento!


Márcio Cunha / Cruzeiro
Márcio Cunha / Cruzeiro

Lucas Romero vem sendo um pequeno grande leão com a camisa do Cruzeiro! E pensar que ele quase foi negociado depois de muita birra do nosso treinador...


Diretoria, comissão técnica e departamento médico precisam achar alguma solução para a lateral do Cruzeiro. Não podemos ficar nos dando ao luxo de usar o nosso melhor volante de marcação no lado do campo. Na partida contra o Fla, roubamos 15 bolas. Romero fez cinco desses desarmes. Só no primeiro tempo ele roubou 3 bolas, enquanto os outros dois volantes que estavam no meio não roubaram nenhuma. Em uma equipe que joga chamando o adversário e quer explorar o contra-ataque, esse fundamento é mais que necessário.




Na zaga nem precisava destacar, mas o ‘experiente’ Murilo parece ter consertado o entrosamento com o ‘juvenil’ Leo. O moleque tem personalidade e presença dentro de campo. Boa estatura, ótima impulsão e consegue ler jogadas antes delas acontecerem. Lembra bastante o estilo do Dedé de jogar. Mas, apesar de todas essas qualidades, não conseguiu evitar mais um gol de jogada aérea onde o sistema defensivo bateu cabeça no lance. Torço que, com a volta e condicionamento do Manoel, não seja ele a ir para o banco.


Thiago Neves, depois das sonoras vaias que levou no Mineirão, parece que resolveu a voltar a jogar bola e parar de ficar de mimimi no Twitter. Faz mais do que certo. Deixa isso para nós blogueiros do ESPN FC e torcedores em geral! O homem tem sido um mostro dentro de campo. Jogado muito mesmo. Não marcou na partida, mas deu ritmo e tem sido essencial para o crescimento também de rendimento do Alisson pela ponta. Atuando em alto nível a várias partidas, talvez precise de um descanso nos próximos jogos com uma possível volta do Arrascaeta.


Já o Rafael Sóbis parece que não voltou da folga que o time ganhou depois da derrota para o Atlético-MG. Quando a bola vai para ele o torcedor já fica com aquele sentimento que não vai dar em nada. Não está finalizando, faz aquela famosa movimentação mandraque e ainda trava as jogadas de velocidade.


ESPN.COM.BR | Sóbis diz que Cruzeiro 'merecia ter ganhado', e fala sobre lance com Sassá



Sassá, assim como Rafael Marques na última partida, precisou de apenas um toque para balançar as redes calar a minha boca. Isso parece carma para mim que quando vi os dois entrar nas duas últimas partidas pensei: "por que não o Ábila?"


O atacante da 'sassarada' foi herói e vilão na partida. A vitória poderia ter vindo se ele tivesse passado a bola para o Sóbis em um lance logo depois do gol de empate. Para mim ele foi fominha e queria 'se consagra’, como diz o grande Milton Leite. Mas se ele não tiver visto o companheiro de ataque no lance, também o entendo. Passei o jogo inteiro procurando o Sóbis na partida e não o achei!


ESPN.COM.BR | Sassá celebra gol, mas lamenta jogada 'fominha': 'Estou chateado; era um lance que podia definir a partida'



O resultado não foi o ideal para o Cruzeiro, mesmo assim temos que valorizar o rendimento da equipe em campo e, principalmente, o equilíbrio coletivo da Raposa.



“É atrás desse Cruzeiro que estamos indo. Não adianta se iludir. A gente não sai plenamente satisfeito porque não venceu. Mas sai satisfeito com o rendimento da equipe como um todo. Contra uma equipe dessa, tem que valorizar a posse de bola. Ainda cometemos errinhos quanto a isso. Mas foi jogo bem jogado. O caminho é esse”, disse o treinador.



A Raposa fez três das melhores partidas no Brasileirão contra Grêmio, Corinthians e Flamengo. Infelizmente não ganhamos nenhuma. Isso precisa ser corrigido. Não adianta só jogar partidas bem. É preciso equilíbrio, vencer e convencer.


ESPN.COM.BR | Após empate em casa, Mano elogia equipe, mas não sai 'plenamente satisfeito'

O time segue em busca de um esquema, de um padrão e de uma constância no campeonato. Mesmo estando chegando no mês de agosto. Resumindo: o Cruzeiro busca recuperar sua identidade que foi perdida durante erros e teimosias do nosso treinador durante esta sua passagem.


Siga-me no Twitter: @frankmartins