É normal perder para o Santos na Vila Belmiro? Não deveria

Coritiba Foot Ball Club
Coritiba Foot Ball Club

Longe de você já não sou mais nada / Veja, é uma parada viver sem te ver / Perto de você eu consigo tudo / Eu já vejo tudo, peço pra voltar


O Coritiba fez sua primeira partida fora de casa neste Campeonato Brasileiro. Uma exibição inclusive muito consistente, diga-se de passagem. Mas novamente perdeu atuando longe do Couto Pereira. O fato tornou-se rotina e todo ano a pauta é tratada a exaustão pela imprensa. O discurso de que perder para o Santos na Vila Belmiro é normal pode ser tentador. Mas não deve ser usado.


O Coxa precisa desacostumar ao fato de que é comumente batido em terras adversárias. Esse sempre é o principal defeito do clube e o que nos leva a ficar na luta contra o rebaixamento de forma reiterada nos últimos campeonatos.


Na partida contra o Santos, o Coxa teve inúmeras oportunidades. Inclusive um pênalti que foi desperdiçado por Alecsandro. O atacante tinha tudo para estrear como grande herói. Acabou levantando a bola de Vanderlei.


Alecsandro é um ótimo atacante. Não deve de forma alguma ser crucificado por isso. Jogador com experiência, com mais de 200 gols ao longo de sua carreira. Mas bem por isso deveria saber que pênalti não se bate sem tomar distância. A exceção se você for um craque como Djalminha ou Ronaldinho, o que definitivamente não é o caso.


De qualquer forma, o que é preciso para o clube é retomar o caminho das vitórias. Para isso precisa acreditar em si. A torcida também. O jogo de sábado pode ter sido um bom caminho. A postura já foi diferente. A distinção ainda são os três pontos. Eles é o que farão diferença de fato.


Por fim, lamentável a postura do técnico Dorival Jr. Pode parecer algo pequeno. Pegar a bola e tentar fazer de bobo um companheiro de trabalho. Me pareceria menos imbecil caso fosse um jovem jogador. Mas não era o caso. Um técnico experiente e que justamente pela sua idade e história deveria dar exemplo positivo. Para piorar, foi expulso e tentou permanecer no gramado.