Poupe-me do seu conselho, eu quero 'dibre'

Getty Images
Getty Images

Eu Vou ficar / No meio do povo / Espiando / Minha escola perdendo ou ganhando


Espasmos. Desde a última final da Copa do Brasil que o Coritiba participou, em 2012, a torcida do Coxa vive de espasmos. Uma boa campanha na Sul-Americana, um jogo ali e uma boa partida acolá. São pequenas convulsões de alegrias que logo param. Não há um plano estratégico ou algo que possa levar a grande massa alviverde a sonhar no médio ou longo prazo. Mas, então, surge a magia.


O Coritiba tem a possibilidade de contratar um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Dos que eu vi jogar, em seu auge, foi o melhor. Ronaldinho Gaúcho estaria próximo de acertar o vínculo com o clube para jogar, ao menos, esta temporada no Alto da Glória. Aqui, sublinhe-se, que o "próximo" só deixará de ser na condicional, com contrato assinado, por motivos que a torcida gremista bem conhece.


Mas o fato é que não há como ser contra essa contratação. Não se você for Coxa. Desconheço detalhes de bastidores e tudo que acompanho é pela imprensa. Mas, apesar de toda a incógnita que a eventual contratação significa, ela continua sendo mágica.


Olha para um lado, toca de outro. Elástico. Falta, chutes de longa distância. Camisas com seu nome nas costas. Repercussão internacional e por instantes o mundo estará de olho no Major Antônio Couto Pereira para ver o retorno do bruxo aos gramados. Milhares de celulares registrando “Dinho” atuando no Alto da Glória. Camisas com o seu nome estampado ou, ainda, como já li por ai com o nome “Dibre” e o número 10 nas costas.


Não me recordo de uma contratação que gerasse tanta expectativa. Tampouco de uma que gerasse tanta dúvida quanto ao rendimento do atleta em campo. Mas lhes digo: se Ronaldinho estiver mais ou menos afim de jogar bola, não precisa mais que isso, será um enorme diferencial não apenas para o Coxa, mas para os campeonatos que disputarmos.


A torcida do Corinthians não se empolgou com a possibilidade de Drogba, então como não se empolgar com Dinho? Diante de todas as apostas furadas que o Coxa já jogou suas fichas, por que não tentar essa cartada? É possível dar certo? Sem dúvida. Pode dar errado? Também. Mas, no momento, não quero conselhos. Eu quero bruxaria e dibre no Alto da Glória. Quero Ronaldinho no Coxa.