Corinthians joga como campeão e vence (mais uma vez) o Palmeiras

Minha Nossa Senhora! Que jogo foi esse? Estou completamente sem voz, ainda com o corpo e a mente em êxtase após um dos melhores jogos do futebol brasileiro em 2017. Finalmente o Timão conseguiu recuperar seu bom futebol e jogou como campeão no momento em que mais precisava convencer. Por mais que o abafa no segundo tempo tenha vindo após o gol de Moisés, o Corinthians não deu chance alguma ao Palmeiras no terceiro Derby disputado esse ano, com três sonoras vitórias a favor do Coringão. Já podemos pedir música no Fantástico? 


Esses três pontos com certeza entram para a conta da Fiel Torcida, que desde sábado já fazia uma tremenda festa no treino corintiano. Acho que eu nunca vi nada igual no mundo do futebol: 32 mil torcedores lotaram o TREINO da equipe antes do clássico. De verdade, não existe nenhuma torcida no planeta igual a nossa. E o apoio incondicional não parou por aí: durante os 90 minutos contra o Palmeiras, a Fiel cantou do início ao fim, a cada bola desviada pela lateral e a cada arrancada de nossos jogadores. Resumindo em breves palavras, como no lema que o próprio Timão adotou: A Fiel é foda.


Gazeta Press
Gazeta Press


É óbvio não podemos colocar a carroça na frente dos bois, mas essa distância adquirida contra os rivais na busca do título deu uma tranquilidade que há semanas não sentíamos. Hoje, o Palmeiras é basicamente carta fora do baralho. Nossos rivais falaram tanto de foco no G-4 que é isso que vai restar para os mesmos: afinal, já caíram para a quarta posição na tabela, abram o olho! Agora é focar nas próximas cinco partidas para manter o bom futebol e assim, finalmente, se consagram heptacampeão nacional, sem fax!


Agora, vamos separar alguns detalhes da partida em tópicos para vocês:

• Cavalo paraguaio? Então fica aqui de presente para vocês um gol do Romero e um gol do Balbuena;
• Aliás, falando em Romero, o que jogou o paraguaio? Meu Deus, uma das melhores atuações do artilheiro da Arena Corinthians. Além do gol marcado, muita raça e entrega no setor defensivo. Romero? Eu nunca critiquei!
• Romero só não pode ser considerado o melhor jogador em campo no clássico pois na partida também estava o Deus dos clássicos. Jô é um monstro, merece todos os elogios do mundo pela temporada que vem fazendo e no Derby deixou Mina e Dracena na saudade em basicamente todas as bolas aéreas que disputou;
• Clayson e Camacho fizeram por merecer em campo a chance dada pelo treinador Fabio Carille. Não foram os nomes principais da partida, mas foram bem demais;
• Se o Corinthians jogar sempre com essa pegada, com o sangue nos olhos e foco em cada dividida, é basicamente impossível perder esse título;
• Felipe Melo é um boçal. Apenas isso;
• Palmeirense que reclama da arbitragem não sabe perder. Chora na cama que é lugar quente, Valentim!
• Jadson precisa de mais um chazinho de banco nas próximas partidas.


-----------------------------


Por hoje é só, Fiel Torcida. Vou me embriagar comemorando essa vitória que nos deixou muito próximos do sétimo caneco do Campeonato Brasileiro. #NuncafoiFácil, mas, quando damos a volta por cima, não tem alegria que caiba dentro do peito.

Vai Corinthians!


Siga a página no Facebook: Paixão Maloqueira