Corinthians precisa abrir o olho para não sofrer um vexame histórico

Gazeta Press
Gazeta Press

Essa foto de Cássio reflete bem como está o humor de todos os corintianos após essa derrota


Uma derrota para o Santos na Vila Belmiro pode ser considerado um resultado natural na maioria das circunstâncias para todas as equipes do futebol brasileiro. O próprio Corinthians não vence o Peixe no estádio no litoral paulista há três anos, mas o que mais irrita a torcida corintiana, além do revés, é a postura da equipe nesse segundo turno. Parece que o gás da primeira metade da competição se esgotou e o Timão está jogando ‘no abafa’ na luta por uma bola para segurar o resultado.


São míseros três pontos adquiridos em quatro partidas no segundo turno. Até agora, são três derrotas e apenas uma vitória suada contra a Chapecoense. Se o Corinthians realmente deseja e almeja o tão sonhado título, está na hora de acordar, descer um pouco do salto e voltar a jogar bola. Um time que se candidata ao título não pode perder pontos em casa contra Atlético-GO e Vitória, simplesmente NÃO PODE! Começo a me perguntar se nosso primeiro semestre foi um sonho, uma mera ilusão. Será que estamos de volta a uma dura realidade?


Muito me preocupa o rendimento de alguns atletas nesse momento decisivo de Brasileirão. Jadson talvez seja o mais contestado, mas deixarei o meia como tópico para um futuro texto aqui no blog. Além do camisa 10, Romero voltou aos seus tempos sombrios e parece estar de vez de mal com a bola. O paraguaio consegue se atrapalhar em TODOS os lances que tenta fazer algo diferente, é impressionante.


Outro fator que está me deixando com a pulga atrás da orelha há tempos: o Corinthians não possui atletas de reposição à altura no banco de reservas. Ou vocês acham realmente que Clayson, Kazim, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel são atletas que transmitem o mínimo de confiança? É complicado afirmar, mas nosso banco de reservas não tem competência e quilate para sustentar futuras lesões e segurar a bronca quando o técnico Fábio Carille quiser alterar algum esquema tático ao longo das partidas.


Pois é, meus caros. Precisamos agradecer a São Jorge que os nossos rivais não aproveitam nossos tropeços. Imaginem só a pressão que estaríamos sofrendo nesse momento se o Grêmio não tivesse sido derrotado pelo Vasco em São Januário? Aliás, esse mesmo Vasco que o Corinthians enfrenta na próxima rodada. É OBRIGAÇÃO vencer essa partida na Arena Corinthians. Esse título está cada vez mais perto a cada rodada que se passa e continuamos com 7 pontos de vantagem ao segundo colocado. Não vencer o Campeonato Brasileiro já não é mais uma opção.


Sigam a página no Facebook: Paixão Maloqueira