Corinthians de Carille segue fazendo história

Gazeta Press
Gazeta Press

Mais uma vitória para a conta. E que vitória!


Existe um mantra que acompanha todo corintiano desde o seu nascimento: as coisas para nós nunca foram e nunca serão fáceis, toda partida vem sempre acompanhada de uma dose servida de tensão e sofrimento. Contra o Botafogo não foi diferente. Mesmo muito superior durante todo o confronto, o Timão sofreu demais para conseguir tirar o 0x0 do placar, mas o gol veio justamente daquele que poderia se tornar o vilão da partida: Jô, que havia parado em Gatito minutos antes em cobrança de pênalti, não se abalou e encheu o pé para trazer MAIS UMA vitória para o Corinthians.


Não percam a conta: são 29 pontos em 33 disputados no Campeonato Brasileiro. Impressionantes 9 vitórias e 2 empates fazem desse início de competição um marco absurdo, histórico. Com o resultado positivo contra o Bota, a equipe de Fábio Carille já faz história e entra para o seleto hall de maiores sequências invicto em 107 anos do clube. Com 25 jogos sem perder, essa já é a quinta maior sequência corintiana na história.


Seremos campeões? Isso já é outra história, ainda é muito cedo para contarmos com qualquer coisa. Mas o que nos enche os olhos é ver um time aguerrido e competitivo por cada bola em campo, suando e se entregando para garantir mais um grito de gol para sua Fiel Torcida. Ver garotos da base como Guilherme Arana e Maycon jogando como experientes atletas não traz nada menos que orgulho para o torcedor, que há anos pedia mais oportunidades para os jovens do terrão.


Falando em jogadores da base, o que fez Pedrinho no lance do gol de Jô? SIMPLESMENTE EXTRAORDINÁRIO. Não fazia nem 1 minuto (apenas 28 segundos, para ser exato) que o garoto havia entrado no lugar de Clayson e, sem titubear, chapelou o marcador para criar o grande momento da partida. Pedrinho, sendo bem lapidado, pode se tornar mais uma joia rara revelada por nossas categorias de base. Qualidade para isso o menino já tem.


É necessário conter a empolgação: o Brasileirão ainda está longe do fim e nada está garantido. Mas esse time nos faz sonhar. Dá gosto de ver o Corinthians em campo como desde 2015 não sentíamos. Só que os atletas e a comissão precisam tratar cada partida daqui para frente como uma final de campeonato. Estamos na frente e só cabe a nós segurar a ponta da tabela.


Siga a página no Facebook: Paixão Maloqueira